Sundance com muitas estrelas e poucos contratos assinados chega ao fim

Agência EFE

LOS ANGELES - O festival de Sundance chega ao fim, após dez dias nos quais circularam muitas estrelas de cinema e poucos contratos milionários foram assinados, apesar da paralisação das grandes produções em Hollywood.

A greve dos roteiristas fez com que fosse prevista uma venda de títulos acima do normal, mas as expectativas não se cumpriram.

A 27ª edição do evento americano independente por excelência, celebrada em Park City (Utah), será lembrada pela aquisição da produção 'Hamlet 2' pela produtora 'Focus Features', por cerca de US$ 10 milhões.

Protagonizada pelo ator Steve Coogan e dirigida por Andrew Fleming, 'Hamlet 2' narra a história de um professor de ensino médio que monta uma versão musical da obra de William Shakespeare com a esperança de difundir o amor pelo teatro entre seus estudantes.

O filme conta com as atuações de Catherine Keener, Elizabeth Shue, Amy Poehler, David Arquette e Melonie Díaz - uma jovem americana de origem latina que participou do festival em outras três produções: 'American Son', 'Assassination of a High School President' e 'Be Kind Rewind'.

Ao contrário de edições passadas - onde os grandes estúdios praticamente brigavam pela compra de filmes alternativos como 'Ritmo de Um Sonho' ou o popular 'Pequena Miss Sunshine' -, a de 2008 não atraiu muito as produtoras, mesmo com a presença de estrelas como Charlize Theron, Robert De Niro, Tom Hanks e Sharon Stone.

A 'Fox Searchlight' comprou, por US$ 5 milhões, os direitos mundiais de distribuição de 'Choke', filme dirigido por Clark Gregg, protagonizado por Sam Rockwell e Anjelica Huston, e baseada no livro de Chuck Palahniuk, autor de 'Clube da Luta'.

A 'Overture Films' adquiriu, por US$ 3,5 milhões, a produção "Henry Poole is Here', um drama estrelado por Luke Wilson e Radha Mitchell.

O diretor do filme, Mark Pellington - que ficou conhecido por 'O Suspeito da Rua Arlington' (1999) -, foi um dos grandes protagonistas desta edição do festival, graças à apresentação de 'U2 3D', compilação de shows do famoso grupo irlandês gravada em terceira dimensão.

"Frozen River', longa-metragem que aborda a questão da imigração ilegal, premiado como melhor filme dramático do festival, foi comprado pela 'Sony Pictures' por um valor ainda não divulgado.

Entre os documentários, foi destaque a produção 'Roman Polanski: Wanted and Desired', de Marina Zenovich, vendido ao canal de TV a cabo 'HBO' por US$ 1 milhão e cujos direitos internacionais foram adquiridos pela companhia 'Weinstein' por US$ 600 mil.

Outros filmes, como 'Kicking It', uma crônica narrada pelo ator Colin Farrell sobre um grupo de indigentes que participa de uma competição internacional de futebol, esperam fechar, em breve, acordos para conseguir distribuição.

- O festival teve a sorte de ter contado este ano com diretores ávidos por correr riscos, e com um público em busca de vozes que desejam ser escutadas - disse o diretor Geoffrey Gilmore.

- Os ganhadores deste ano, incluindo onze produtores novatos, enfrentaram o desafio através de uma lente pessoal, e a audiência respondeu - acrescentou.

John Cooper, diretor de programação do Festival de Sundance, fez um balanço positivo da edição 2008, afirmando que é sempre uma experiência incrível ver as pessoas descobrindo novos talentos.

- Estamos entusiasmados com a resposta do júri e do público, e com vontade de ver estes filmes no resto do mundo - finalizou.

O Festival de Sundance, criado pelo ator e cineasta Robert Redford, teve sua primeira edição em 1985 e apresentou, em 2008, um total de 122 filmes, entre eles 88 estréias mundiais de 25 países diferentes.