Stephen Hawking chega ao Chile com planos de sobrevoar vulcão

Agência EFE

SANTIAGO - O cientista britânico Stephen Hawking, que chegou hoje ao Chile para participar de um encontro acadêmico, manifestou sua vontade de sobrevoar o vulcão Llaima, um das mais ativos do mundo e que, no último dia 1º, expeliu cinzas e material magmático por várias horas.

Segundo o jornal 'La Segunda', embora o famoso físico não tenha tido contato com jornalistas, pessoas próximas disseram que ele pretende conhecer o vulcão, de 3.125 metros de altura e que fica 672 quilômetros ao sul de Santiago.

Hawking, que hoje completou 66 anos, chegou ao Chile convidado pelo diretor do Centro de Estudos Científicos de Valdivia, (CECS), Claudio Bunster.

No sábado, o cientista britânico, que sofre de esclerose lateral amiotrófica desde a juventude, participará de um simpósio intitulado "Out of a Black Hole' ("Fora de um Buraco Negro', na tradução livre).

Esta é a segunda vez que o físico, conhecido pela difusão de suas teorias sobre os buracos negros no espaço, visita o Chile.

Hawking já esteve no país em 1997,

quando, convidado pelo mesmo Bunster, conheceu a base chilena na Antártida.