Morre no Canadá pintor chileno Osvaldo Reyes

Agência EFE

SANTIAGO - O pintor chileno Osvaldo Reyes, aluno dos grandes muralistas mexicanos e que dirigiu a Escola Experimental Artística do Chile, morreu aos 89 anos, após sofrer um derrame cerebral em Toronto (Canadá), informaram hoje seus familiares em Santiago.

Nascido na capital chilena, em 1918, Reyes fez exposições em seu país, México e Canadá, sendo este último o país no qual desenvolveu grande parte de sua obra.

No México, foi aluno de David Siqueiros, Diego Rivera, Federico Cantu, José Gutiérrez e Raúl Anguiano.

Reyes dirigiu até 1973 a Escola Experimental Artística do Chile, na qual se formaram centenas de artistas de renome, mas foi demitido durante a ditadura militar do general Augusto Pinochet (1973-1990).

Em 1978, foi para o México, onde permaneceu durante dez anos na Academia San Carlos da Universidade Nacional Autônoma do México.

Em 1988, o pintor se transferiu para o Canadá, país que adotou como sua segunda pátria.

Reyes foi expositor permanente na Galeria de Arte de Ontário, e apresentou suas obras na Universidade de York e na Escola de Bacharéis do México, entre outros locais no mundo todo.

Reyes faleceu no último domingo, no Scarborough General Hospital de Toronto, após sofrer um derrame cerebral.

Seu funeral será realizado na quinta-feira, 27, no Glenview Memorial Gardens de Toronto.