George Israel: Saxofonista, guitarrista e vocalista

Hugo Cals, Agência JB

RIO - Chamar George Israel de multi-instrumentista não é nenhum exagero. Além das funções musicais, ele também é compositor e ao lado de Paula Toller escreveu alguns dos maiores sucessos do Kid Abelha, banda em que atua há 25 anos. Enquanto a banda tira férias, George está realizando ao lado do amigo e baixista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos, um projeto paralelo onde a dupla toca além de sucessos de seus grupos originais, composições de seus álbuns solos (George acaba de lançar Distorções do meu jardim ) e covers de diversos artistas consagrados de Beatles a Cartola. A dupla, aliás, também atua no grupo Os Britos, especializado em versões do quarteto de Liverpool.

George Israel conversou com o JB Online sobre a sua fase atual e contou que em épocas de música digital é preciso se adaptar e fazer parte do boca-a-boca digital divulgando seu trabalho em sites como o popular YouTube. Por exemplo: quem comprar a edição em cd de seu álbum terá acesso a uma área restrita do site a downloads disponibilizados do clipe de animação, remixes, versão acústica de " A noite perfeita", e versão especial de Curados ao sol de Copacabana com Jorge Drexler. No disco George retoma parceria com o antigo colega Leoni, ex-integrante do Kid Abelha, com a música A noite perfeita .

JB Online: Apesar de você já terem tocado junto nos Britos com o Rodrigo este é um

novo projeto. Quais as diferenças entre se tocar em dupla, acompanhada de

percussão, em um espaço intimista e com uma banda completa?

George Israel: Antes dos Britos já tínhamos uma amizade musical e os dois têm essa alma de violeiros de fogueira. Já tocamos horas seguidas em casa de amigos, viagens, quartos e corredores de hotel. Agora juntamos esse espírito com o nosso lado autoral. Sabíamos que seria fácil e prazeroso, agora estamos formatando e consolidando um som precioso para nós. Bem roots com base nos violões, vocais, canções e espaço para soltar os bichos!

JB Online: A parceria de vocês está acontecendo durante as "férias" do Barão e

do Kid. Vocês já haviam planejado este projeto ou foi algo que coincidiu com os lançamentos-solo e as férias da banda? Quando o Kid retoma os trabalhos?

George Israel: Essas coincidências e sincronicidades foram nos levando a esse show.do

Letras (e Expressões, livraria que está abrigando o projeto). Há 4 anos atrás antes do meu primeiro disco solo chegamos a passar 2 dias em Teresópolis com o parceiro Mauro Santa Cecília compondo e tocando para um possível disco que acabou não acontecendo. Enquanto não tiver compromissos de trabalho com o Kid vou seguir divulgando e fazendo shows do meu cd e tocando com os Britos. O Kid mantém o combinado: nos encontraremos no começo de 2008 para planejar o próximo cd. Completamos 25 anos esse mês e o próximo projeto terá um gosto de merecida comemoração.

JB Online: No show você toca de Cartola a Beach Boys, quem você pode apontar como "eternas" influências?

George Israel: Fiz a cabeça em shows ao vivo dos Novos Baianos, Moraes Moreira,A Cor do Som , Gilberto Gil, Caetano Veloso, Clube da Esquina.Tinha meu lado instrumental; bossa nova, jazz, Egberto, Hermeto Paschoal, Yes, JethroTull, chorinho. Mas a conexão mais próxima com a música que faço vai de Beatles, Bob Dylan, Roberto e Erasmo Carlos, Paul Simon, Mutantes e Rita Lee. Jorge Ben Jor, Crosby,Still,Nash and Young, Stevie Wonder , Rolling Stones, The Police, James Brown, Frank Sinatra, Bob Marley, e bandas de rock brasileiras; nossas contemporâneas, muito rádio e sempre uma pitada de novidades que vamos chupando como bons vampiros. E confesso que sou apaixonado por singles, desde pequeno coleciono compactos.