'Lanterna Verde' será escrito e dirigido por autor de 'Everwood'

REUTERS

LOS ANGELES - O criador da série Everwood, Greg Berlanti, fechou contrato para co-escrever e dirigir uma adaptação sobre o super-herói Lanterna Verde, da DC Comics.

Embora Lanterna Verde já tenha tido várias encarnações desde que foi criado, em 1940, o filme da Warner Bros vai focar o Lanterna incorporado por Hal Jordan, piloto de testes que encontra uma nave alienígena caída.

Um alien moribundo entrega seu anel a Jordan, introduzindo-o a um novo mundo que inclui uma força policial interestelar conhecida como Corpo dos Lanternas Verdes e seus responsáveis, os Guardiões do Universo, que vivem no planeta Oa.

Como qualquer outro super-herói, Lanterna tem um ponto fraco - em seu caso, a cor amarela - e era conhecido por repetir um juramento ao carregar a energia de seu anel.

- Este é para mim o maior filme baseado numa HQ e que ainda não foi feito - disse Berlanti, que cresceu lendo histórias em quadrinhos na década de 1980.

- Era uma HQ com uma mitologia real, como se vê em muitas das óperas e dos livros de ficção científica. O melhor dela é que qualquer pessoa pode virar parte dos Lanternas Verdes, porque qualquer pessoa pode tomar posse do anel.

Berlanti se reuniu com a DC Comics há um ano para discutir a idéia de levar o herói ao cinema. Ele chamou os co-roteiristas Marc Guggenheim e Michael Green, também fãs de quadrinhos que conheceu quando estava trabalhando em Jack & Bobby, série que ele ajudou a criar para a WB Network.

Eles trabalharam durante meses para desenvolver a história, com a ajuda de Gregory Noveck, vice-presidente sênior da DC Comics. Berlanti propôs à Warner realizar uma série de filmes, sendo que o primeiro mostrará como Jordan vira membro da força policial intergaláctica.

O maior desafio para a criação do filme foi aguardar a chegada da tecnologia necessária para criar mundos fantásticos, além de superar o preconceito contra um herói que porta um anel.

- O perigo, e o que muitas pessoas temem, é que soasse tolo - disse Berlanti.

- Nestes tempos pós-Harry Potter e Senhor dos Anéis, a idéia não é mais fantástica do que essas.

Berlanti já está ocupado cuidando da produção executiva dos seriados da ABC Dirty Sexy Money, Brothers & Sisters e o ainda inédito Eli Stone, drama jurídico que ele criou com Marc Guggenheim.