Imaginando um mundo melhor: há exatos 67 anos nascia John Lennon

Leandro Souto Maior, Agência JB

NOVA YORK - Quando tinha apenas 25 anos e ainda integrava os Beatles, Paul McCartney fez uma bela canção imaginando como seria a vida quando tivesse 64 anos.

Se estivesse vivo, outro beatle, John Lennon, estaria completando 67 anos hoje. Ele não fez nenhuma canção imaginando estar com essa idade. Talvez tenha ido mais longe: ele imaginou um mundo sem fronteiras e sem religiões. É provável que a utopia imaginada por John Lennon não se realize tão cedo, ou até mesmo nunca.

Em tempos de terrorismo, Iraque, Bush, Osama, Lennon faz falta. Ele pediu uma chance para a paz, em 1969. Fica uma reflexão: o que ele teria a nos dizer hoje em dia?

O baterista Guto Goffi, do Barão Vermelho e tambéem d'Os Britos, destaca a importância de sua obra:

- John Lennon é o maior poeta de todos, um cara que eu curto muito, grande compositor, criativo, produziu uma obra muito forte e é uma pena que não esteja mais aí para continuar compondo. Ele marcou realmente uma época e vai ser lembrado sempre, porque Lennon é atemporal!

Hoje, como acontece todo dia 9 de outubro, milhares de comemorações acontecem no mundo inteiro para comemorar seu aniversário.

John Lennon foi covardemente assassinado em 8 de dezembro de 1980, aos 40 anos, em Nova York, na frente do prédio onde morava, em um grande momento criativo de sua carreira. Um fã (!) perturbado mentalmente, Mark David Chapman, pediu um autógrafo e o matou com tiros. Hoje é mantido em uma cela separada de outros presos, devido às ameaças de morte que recebeu.

Ao contrário do que se vê hoje em dia no mundo das celebridades, John, uma das maiores celebridades do mundo na ocasião, se não a maior, não andava com seguranças.

O músico Beto Guedes, em parceria com o letrista Ronaldo Bastos, citou o trágico fato e homenageou o beatle em "Canção do novo mundo": "...um simples canalha mata um rei em menos de um segundo... minha estrela amiga, porque você não fez a bala parar?"

Entre algumas de suas centenas de canções clássicas da história da música muindial, estão "Strawberry fields forever" e "Come together", com os Beatles, e "Imagine" e "Jealous guy", em carreira solo.

O grande músico, que tem um trabalho de peso, não morre nunca, é eterno. John Lennon é um desses. Ele vai ser para sempre um grande músico que todas as gerações vão ouvir.