Documentário conta a história do bloco de carnaval Suvaco de Cristo

Agência Brasil

BRASÍLIA - Os 20 anos da história do bloco de carnaval de rua Suvaco de Cristo, do Rio de Janeiro, são contados no documentário da produtora e diretora,Paola Vieira, uma das fundadoras do grupo. O vídeo Suvaco de Cristo será exibido no programa DOCTV, neste domingo, às 23 horas, pelas emissoras da Rede Pública de Televisão.

O bloco nasceu na década de 80, em uma manifestação pacífica na praia contra o ex-presidente Jânio Quadros, que governou o Brasil entre 31 de janeiro de 1961 e 25 de agosto de 1961, data em que renunciou. Da manifestação surgiu a idéia de reunir o pessoal que participou para fazer uma roda de samba, no Jardim Botânico. O problema era que ninguém sabia tocar muito bem. A solução era convidar os moradores do bairro para participar.

O Suvaco de Cristo começou com 20 pessoas na organização do bloco e 200 participantes. Desde o início, todo ano o bloco se reúne e sai pelas ruas do Rio de Janeiro com um enredo diferente. Segundo Paola Vieira, hoje os foliões são cerca de 50.000 mil e os organizadores cuidam para que o número não cresça. O bloco sai escondendo o horário, para ir menos gente , diz a diretora.

O nome, que faz menção ao Cristo Redentor, já trouxe problemas para o grupo. A cineasta conta que, no início, o bloco passava em frente à emissoras de televisão, como a Rede Globo, e igrejas. Segundo ela, críticas levou a polícia a procurar o Suvaco de Cristo para tentar mudar o nome. Tentou-se Suvaco, mas não pegou , conta Vieira.

O DOCTV é um Programa da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, Fundação Padre Anchieta, TV Cultura e Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais (Abepec), com apoio da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD).