Quarta edição do Niterói Folia transforma Piratininga em Salvador

Nilo Junior, Agência JB

RIO - A quarta edição do Niterói Folia mostrou que a micareta veio para se firmar definitivamente no calendário dos carnavais fora de época do Brasil. Neste domingo, a pacata Praia de Piratininga, em Niterói-RJ, mas parecia a badalada Praia da Barra, em Salvador. Ao som do Asa de Águia e do Babado Novo, milhares de foliões pularam a se divertiram na arena montada à beira-mar.

O Asa subiu no trio elétrico por volta das 17h e começou a tocar 20 minutos depois. Quando Durval Lelys apareceu a galera foi ao delírio. Como foi informado pela organização do evento que ainda tinha muita gente para entrar, o vocalista aproveitou para cantar duas músicas novas da banda, com o trio ainda parado.

- Galera, ainda tem muita gente para entrar. Então vamos tocando aqui devagar e daqui a pouco a gente começa pra valer disse Durval.

Quando os primeiros acordes da música Com amor começaram a ecoar, a galera foi ao delírio e o show começou efetivamente. Durante todo o percurso, que durou cerca de 2h30, Durval e cia conseguiram manter o ritmo, não deixando a galera parar de pular um minuto sequer. Quem pagou um pouco mais caro para assistir de camarote se deu bem. A estrutura ficava na altura exata do trio e os fãs puderam ver a banda bem de perto, a dois ou três metros de distância.

Micareteira de carteirinha, a assistente de palco do Caldeirão do Huck, Dani Banininha, conferiu evento com mais privilégio ainda do que aqueles que foram de camarote e ficou em cima do trio.

- O Asa é diferente, é como uma família. A Ivete é minha musa, eu adoro o Chiclete, mas o Asa... Não é melhor nem pior, é diferente disse Bananinha, já no camarote.

Logo depois foi a vez de Claúdia Leite comandar o Babado Novo e novamente sacudir a galera logo na primeira música.

"...Vai começar meu bloco, vamos nessa, vamos nessa... cantou a loira, que, de cima do trio, deixava a maioria dos marmanjos boquiabertos com um mini vestidinho cinza.

- Ela é muito linda, maravilhosa! Além disso, manda muito bem. Ela tem uma energia impressionante e é impossível ficar parado falou o estudante Bruno Silva.

Assim como o Asa, o Babado tocou mais de 2h e fechou com chave de ouro mais um Niterói Folia. Ao fim, alguns lamentavam, não pelo evento, mas pelo fim dele.

Acabou, né? Fazer o quê? Agora é esperar o próximo. O Niterói Folia é a melhor micareta do Rio falou, suspirando, a estudante Paula Costa.