Memorial às vítimas do Holocausto será restaurado na Alemanha

Agência JB

RIO - Dois anos após sua inauguração, o memorial às vítimas do Holocausto, em Berlim, precisa de reformas. De acordo com o jornal Berliner Zeitung, cerca de 400 das 2.711 colunas que compõem o monumento apresentam rachaduras.Colunas do monumento, localizado em Berlim, na Alemanha, já apresentam rachaduras. "Estamos trabalhando para uma solução junto ao arquiteto Peter Eisenman", disse Uwe Neumaerker, responsável pelo memorial. O memorial, projetado pelo arquiteto norte-americano Peter Eisenman e localizado no coração de Berlim, foi inaugurado em 10 de maio de 2005 juntamente às celebrações pelos 60 anos do fim da Segunda Guerra Mundial. Também faz parte do projeto um centro de informações subterrâneo. Entre as atrações principais dos turistas em Berlim, o memorial é visitado por cerca de três milhões de pessoas por ano.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais