Trama de 'Totalmente Apaixonados' lembra Woody Allen

REUTERS

SÃO PAULO - Como é de praxe, próximo ao Dia dos Namorados chega aos cinemas ao menos uma comédia romântica. Neste ano, o filme em questão é 'Totalmente Apaixonados', que estréia no país nesta quinta-feira. Seu grande trunfo é um elenco que reúne nomes de peso e talento, como Julianne Moore ('Filhos da Esperança'), Maggie Gyllenhaal ('Mais Estranho que a Ficção') e David Duchovny (o protagonista da série de TV 'Arquivo X').

Escrito e dirigido por Bart Freundlich (marido de Julianne Moore, na vida real), 'Totalmente Apaixonados' tem um quê de Woody Allen, sem tantas neuroses, mas também sem tanta sagacidade. No centro da trama, estão dois casais vivendo uma crise. Rebecca (Julianne) é uma atriz de cinema que decide se aventurar nos palcos. Sobra para seu marido Tom (David Duchovny) tornar-se um 'dono-de-casa', abandonar o emprego como publicitário e cuidar dos filhos. De vez em quando, eles visitam um analista para tentar resolver os problemas da família.

O outro casal é formado por Tobey (Billy Crudup), irmão caçula de Rebecca, e Elaine (Maggie Gyllenhaal). Eles também estão enfrentando sérios problemas no relacionamento, especialmente porque ele costuma agir como criança enquanto ela sente que chegou a hora de ser mãe. Uma verdadeira guerra dos sexos é deflagrada quando os dois rapazes ficam mais amigos e o mesmo acontece com as duas personagens femininas. A amizade do quarteto irá sobreviver a todas essas brigas e alianças? Essas tramas são emolduradas pela cidade de Nova York, que, como nos filmes de Woody Allen, tem um papel fundamental na história.