México: López Obrador lança livro sobre fraude eleitoral

Agência ANSA

CIDADE DO MÉXICO - O ex-candidato de esquerda à presidência do México, Andrés López Obrador, publicará em julho um livro sobre o que denunciou como uma fraude nas eleições de 2 de julho de 2006, quando o conservador Felipe Calderón foi considerado vencedor.

López Obrador convocou com antecedência seus partidários para uma "grande concentração" no domingo 1º de julho na Praça do Zócalo, na Cidade do México, para comemorar o "triunfo eleitoral" que, segundo afirmou, obteve nas eleições.

Porta-vozes do ex-candidato presidencial informaram que o esboço do texto "estará pronto nas próximas semanas" e será apresentado na concentração convocada na principal praça pública do país.

Obrador é militante do partido de oposição Revolução Democrática (de esquerda) e a concentração foi convocada pela Convenção Nacional Democrática, que pretende "avaliar o trabalho feito pelo governo legítimo", que o dirigente afirma liderar.

O resultado oficial das eleições presidenciais outorgou, em 2 de julho de 2006, a vitória ao atual presidente mexicano Felipe Calderón, do Partido Ação Nacional, com uma vantagem de 233.381 votos (0,56%) a frente de López Obrador.

As autoridades eleitorais negaram os inúmeros pedidos da oposição para uma recontagem dos votos.

Um total de 41 milhões de mexicanos votaram nas eleições e López Obrador defende que houve fraude em favor de Calderón.

O ex-candidato é apoiado pela Frente Ampla Progressista, uma aliança parlamentar formada pelos Partido Revolução Democrática, Partido do Trabalho e Partido da Convergência Democrática.