Centenário de Alberto Moravia é comemorado com obra inédita

Agência ANSA

ROMA - Junto às comemorações do centenário do nascimento do escritor e jornalista italiano Alberto Moravia, haverá o lançamento de um romance inédito da sua autoria intitulado "Due Amici" ("Dois Amigos", em português), anunciou Mario Andreose da editora Bompiani durante uma coletiva de imprensa.

O livro inédito, encontrado em uma mala esquecida e nunca mais aberta, na realidade composto por "fragmentos de um romance", como definiu Andreose.

Escrito em 1952, provavelmente no intervalo entre "O Conformista" e "O Desprezo", os fragmentos de "Due Amici" foram recuperados por Simone Casini e Enzo Siciliano.

A editora, além de publicar o livro inédito, reeditará em formato econômico todas as obras de Moravia, saindo em quatro volumes, em dois tomos.

Para o escritor Giorgio Borgna e o assessor da Política Cultural de Roma, Silvio Di Francia, "Moravia foi um dos intelectuais mais significativos do século passado e é essa a sua dimensão. A sua contribuição para as idéias em nome de uma liberdade exercida fora dos esquemas ideológicos convencionais deve ser destacada".

Moravia, de família judia, começou escrevendo na revista "900", onde publicou o seu primeiro conto. Sua primeira novela, "Os Indiferentes" saiu em 1929. Trabalhou por muitos anos no jornal Corriere della Sera. Durante o regime fascista de Mussolini, foi obrigado a trabalhar como roteirista cinematográfico sob um pseudônimo, devido às leis anti-semitas da época.