ASSINE
search button

O pintor Carmo Soá expõe obras inéditas no Rio

Compartilhar

Agência JB

RIO - Considerado um dos melhores pintores impressionistas do país na atualidade, Carmo Soá volta a expôr obras inéditas no Rio a partir desta quinta-feira, no Centro Cultural Justiça Federal. Com a exposição "No jazz do impressionismo", o artista pretende apresentar, através das luzes e do movimento surgido das cores, a essência jazzística da escola impressionista iniciada pelo grande mestre Manet.

Segundo Soá, as pinceladas espontâneas dos seus quadros surgem da emoção do instante tal como o som que o músico tira do instrumento em uma jam session :

- O traço aparece no calor da hora e surpreende ao mesmo tempo que incita a buscar a próxima cor como a nota inusitada do tom jazzístico - compara, acrescentando ainda que o impressionismo é impressão, técnica e improvisação, como o jazz.

A exposição fica em cartaz até o dia 7 de dezembro, de terça a domingo, das 12h às 19h, no Centro Cultural Justiça Federal, que fica na Avenida Rio Branco, 241, na Cinelândia.