O sonho acabou: Festival de Woodstock 50 é cancelado

Evento seria realizado entre os dias 16 e 18 de agosto

Os organizadores da edição comemorativa do aniversário de 50 anos do festival de Woodstock anunciaram nesta quarta-feira (31) o cancelamento do evento.
Segundo o produtor Michael Lang, cofundador do famoso festival musical, afirmou que o evento foi cancelado por conta de "uma série de contratempos".
"Lamentamos que uma série de contratempos tenham tornado impossível organizar o festival que imaginamos", escreveu em um comunicado Lang.
Em julho, os organizadores do festival revelaram que o evento seria realizado em Columbia, nos Estados Unidos, entre os dias 16 e 18 de agosto.
No entanto, a organização encontrou dificuldades de financiamento, perderam dois locais para sediar o evento e algumas das principais atrações musicais, como o rapper Jay-Z e a cantora Miley Cyrus, não confirmaram participação. Por conta disso, as empresas contratadas abandonaram o projeto e os ingressos para o festival nunca foram colocados à venda.
Inicialmente, o Woodstock 50 estava programado para ser feito em Watkins Glen, em Nova York. Além de Jay-Z e de Miley Cirus, a previsão era que as bandas The Killers e Imagine Dragons também se apresentassem no festival histórico.
O Woodstock foi realizado em agosto de 1969 e é considerado um dos ápices da era hippie na época em que os jovens questionavam as convenções sociais dos Estados Unidos. Anunciado como "três dias de paz e música", o festival é um dos momentos mais marcantes da história musical.(