Jornal do Brasil

Cultura

Garota poderosa une-se a Autobot em 'Bumblebee'

Jornal do Brasil

Sucesso na recente CCXP, o produtor Lorenzo di Bonaventura veio mostrar cenas de Bumblebee, que estreia em pleno Dia de Natal. O filme filia-se à série dos Transformers, mas a história se passa em 1987, 20 anos antes do primeiro filme, constituindo-se, portanto, tecnicamente, numa 'prequel'.

Garota que perdeu o pai e tem dificuldade para aceitar a nova vida da mãe, que se casou de novo, conserta esse fusca caindo aos pedaços. Ele vira seu xodó. Mas não é um carro qualquer. Bumblebee é um Autobot que lutou contra os Decepticons em seu planeta de origem. Refugiado na pequena cidade litorânea em que vive a protagonista, ele é rastreado no universo pelos Decepticons, que enviam uma unidade atrás dele. O objetivo é chegar a Optimus Prime, o líder da resistência (e dos Autobots).

O fusca é uma graça, mas Di Bonaventura não quer nem ouvir falar em comparações com a cultuada série Se o Meu Fusca Falasse. Veio do produtor Steven Spielberg a ideia de que já estava na hora de o mundo masculino dos Transformers abrigar uma heroína empoderada. A garota (Hailee Steinfeld, do remake de Bravura Indômita) é do barulho.

Bumblebee

(EUA/2018, 113 min.) Dir. Travis Knight. Com Hailee Steinfeld, Jorge Lendeborg Jr., John Cena

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.