Jornal do Brasil

Cultura

APCA anuncia os melhores de 2018

Jornal do Brasil

O cantor e compositor Gilberto Gil está entre os homenageados do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), que divulgou na terça, 11, a lista dos vencedores em dez categorias.

Ao lado de Gil, o rapper Marcelo D2 foi escolhido o artista do ano na categoria música popular. O grupo Racionais venceu como melhor show e a cantora Duda Beat foi eleita a revelação de 2018. Já a colorida arte que anuncia o álbum Ambulante, de Karol Conka, venceu na categoria capa.

Em Arquitetura, os jurados elegeram a Universidade Federal do ABC, como obra de arquitetura no Brasil. A homenageada da edição foi Rosa Grena Kliass, principal nome na arquitetura moderna e contemporânea, responsável por projetos como o do Parque da Juventude e pela reforma do Vale do Anhangabaú.

Nas Artes Visuais, a mostra Raiz, do polêmico artista Ai Weiwei, foi escolhida na categoria exposição internacional. Com autoria do chinês, a mostra segue está em cartaz na Oca até 20 de janeiro. No âmbito nacional, quem venceu foi Oito Décadas de Abstração Informação. A exposição reúne coleções de artistas do estilo abstrato e também está em cartaz no Rio, no Instituto Casa Roberto Marinho, até junho de 2019.

O cinema foi representado por Arábia, longa de Affonso Uchôa e João Dumans, eleito vencedor na categoria filme. A diretora Caroline Leone foi escolhia a melhor diretora, por Pela Janela, e Benzinho, de Karine Teles e Gustavo Pizzi, o melhor roteiro.

Na categoria dança, o espetáculo Melhor Único Dia, da São Paulo Companhia de Dança, foi escolhido a estreia do ano e João Carlos Couto foi homenageado por sua atuação no cenário paulista. Da mesma geração do produtor e curador, o ator Sergio Mamberti foi o condecorado na categoria teatro. Para o público infanto-juvenil, Que Monstro te Mordeu? venceu como melhor espetáculo de animação, com texto e direção de Carla Candiotto.

A competição também se mostrou clara nas produções para a televisão. O humor de Marcelo Adnet venceu pela criação do quadro Paródias dos Candidatos, nas eleições presidenciais. A atriz Marjorie Estiano foi escolhida por sua interpretação na série médica Sob Pressão, que já tem terceira temporada prevista para 2019. Ao lado dela, Fábio Assunção levou o prêmio por sua atuação na série Onde Nascem os Fortes, ambientada no sertão nordestino e que ainda teve no elenco nomes como Patricia Pillar e Alexandre Nero.

No rádio, Fábio Malavoglia, da Rádio Metrópolis, venceu como apresentador de entretenimento, e Salomão Esper, da Rádio Bandeirantes, foi o homenageado da categoria.

Já para a literatura, marcada por um ano de crises no setor, o livro Entre as Mãos (Record), de Juliana Leite, venceu como melhor romance. O autor Rodrigo Lacerda levou o prêmio na categoria contos/crônicas com Reserva Natural (Companhia das Letras).

A cerimônia de premiação aos artistas contemplados nesta edição está prevista para o primeiro semestre de 2019, ainda sem data confirmada.

VENCEDORES

Obra de Arquitetura no Brasil

Universidade Federal do ABC - Cláudio Libeskind

e Sandra Llovet

Exposição Internacional

Raízes Ai Weiwei - OCA

Filme

Arábia', de Affonso

Uchôa e João Dumans

Espetáculo de dança

'Melhor Único Dia', de Henrique Rodovalho São Paulo Cia da Dança

Romance

Entre as Mãos', de Juliana Leite - Editora Record

Grande Prêmio da Música Popular

Gilberto Gil

Apresentador de rádio

Fábio Malavogli - Rádio Metrópoles - Cultura FM

Atriz Teatro

Amanda Acosta('Bibi - Uma Vida em Musical')

Espetáculo de Animação

'Que Monstro te Mordeu?',

texto e direção de Carla

Candiotto - Sesi-SP

Ator Televisão

Fábio Assunção ('Onde Nascem os Fortes')

TV Globo

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.