Jornal do Brasil

Cultura

Voz marcante que vem das periferias do mundo

Jornal do Brasil

Slam - Voz de Levante (Brasil, EUA/2017, 104 min.). Dir. Tatiana Lohmann. Com Roberta Estrela DAlva

O Poetry Slam nasceu em Chicago nos anos 1980 e rapidamente se espalhou pelo mundo. Chegou também aqui, e com muita força, como mostra este Slam - Voz de Levante, de Tatiana Lohmann e Roberta Estrela dAlva. Roberta, além de diretora, é também a mestra de cerimônias desse filme vigoroso e que apresenta essa modalidade de expressão das periferias do mundo.

A poesia improvisada no ritmo do rap dá uma dinâmica muito interessante ao filme. Sua linha de ação cimenta-se nesse ponto, a integração dinâmica entre o que retrata e a própria linguagem do documentário. Desse modo, pode retraçar as origens e desenvolvimentos de uma modalidade artística que se desenvolve sem parar, filmá-la no Brasil, mas também na França e nos Estados Unidos, sem perder jamais o ritmo, o interesse e o balanço.

Com essa pulsação, o filme pode interessar a um público além dos já convertidos. É bastante sedutor em sua apresentação de uma manifestação poética e musical fora dos padrões oficiais, e, por isso mesmo, veículo das carências e contestações de quem tem muito o que dizer e não tem papas na língua. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.