Jornal do Brasil

Cultura

Dicas Artes visuais

Jornal do Brasil

Cimento manchado de batom

No lugar das tintas a óleo, acrílicas ou aquarelas, pequenas pinceladas de esmalte de unha e muitas camadas de batom (na foto). A relação corpo-pintura é abordada através das obras de Hugo Houayek, que ocupam os dois andares da galeria Simone Cadinelli Arte Contemporânea (R. Aníbal de Mendonça, 171 - Ipanema; Tel.: 3496-6821). Com curadoria de Raphael Fonseca, a exposição é a sexta individual de Hugo. Seg. a sex., das 10h às 19h. Sáb., das 11h às 15h. Até 10/11.

Macaque in the trees
CImento manchado de batom (Foto: divulgação)

Encenação menor

Kammal João expõe na Galeria Ibeu (R. Maria Angélica, 168 – Jardim Botânico; Tel.: 3239-2863), uma série de desenhos que são extensões do seu processo criativo nos cadernos enfileirados por toda extensão do espaço. Sob a curadoria de Cesar Kiraly, a individual do artista reúne 70 trabalhos separados nas séries “Angústia do umbigo” (foto), “Carta de navegação” e “Pequena dança” - definidas por ele como um trabalho processual, com cores aguadas e deslizantes. Seg. a qui., das 13h às 19h; sex., das 12h às 18h.

Conexo

A dupla Bruno Schmidt e Roberto Barciela apresenta a nova exposição no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (R. Murtinho Nobre, 169 - Santa Teresa; Tel.: 2215-0621). São trabalhos de diferentes linguagens: instalação, objetos e pinturas - como a da foto, pertencente à série “Extrativismo urbano”, de Schmidt - inspiradas em olhares diversos sobre o cotidiano, a arquitetura, as ruas e a poesia. Toda semana uma obra nova será inserida na exposição. Ter. a dom., das 10h às 18h. Até 28/10.



Recomendadas para você