Jornal do Brasil

Cultura

Líderes que inspiram em cena: 'O encontro - Malcolm X e Martin Luther King Jr' tem texto inédito no Brasil

Jornal do Brasil MÔNICA LOUREIRO, AFFONSO NUNES

“O encontro – Malcolm X e Martin Luther King Jr”, que entrou em cartaz ontem no Teatro Sesi, no Centro, tem texto inédito no Brasil do americano Jeff Stetson. A luta contra a opressão, discriminação e exclusão dos negros na sociedade, temática global e urgentíssima, é o ponto de partida do espetáculo dirigido por Isaac Bernat.

Os atores Izak Dahora e Rodrigo França interpretam, respectivamente, Malcolm X e Luther King que, têm um encontro fictício num hotel no Harlem. Enquanto ideias e estratégias dos dois maiores líderes negros da história são desfiadas em cena, seu lado humano também vêm a tona, mostrando que, por trás de qualquer ideologia, existe alguém com dúvidas, contradições em relação à causa a que se dedica. “Estamos diante de uma dramaturgia irretocável, contundente, terna e humana, que trata de questões como o racismo, a discriminação e a injustiça social, condutas que impedem a sociedade de ser justa e igualitária.

Macaque in the trees
Os atores Dahora e França encarnam os dois líderes (Foto: Divulgação)

As visões e as práticas de Malcolm e Martin têm muito a nos inspirar e ensinar neste momento em que a humanidade parece perdida e sem esperança ”, destaca Isaac. “A montagem é importante neste momento porque vivemos um período de fortes polarizações e intolerâncias de diversas ordens. Nós, negros, ainda estamos em situações de muita desigualdade”, reforça Izak.

Rodrigo observa que, embora seja crime, ainda há uma tendência de escamotear o racismo: “No Brasil, é algo que mata, fere, exclui e enlouquece. Esta montagem é mais uma para tocar nessa ferida. Martin mostrou que vale a pena lutar e buscar uma sociedade mais igualitária e com mais equidade, sempre se valendo da diplomacia, cordialidade e pedagogia como ferramentas.”



Recomendadas para você