Messi deixa a concentração argentina na Rússia

O capitão da seleção da Argentina, Lionel Messi, deixou neste domingo a concentração da equipe, um dia depois da eliminação nas oitavas de final da Copa do Mundo para a França.

Messi, que retornou com os colegas de time para Bronnitsy, ao sudeste de Moscou, após a derrota de 4-3 para a França em Kazan, deixou a concentração sozinho.

Willy Caballero, Cristian Ansaldi, Marcos Rojo, Éver Banega, Javier Mascherano, Gonzalo Higuaín, Gabriel Mercado, Eduardo Salvio, Nicolás Otamendi e Sergio Agüero também já abandonaram a concentração.

Os jogadores que atuam na Europa decidiram seguir um para cada lado, levando em consideração as distâncias para seus respectivos destinos, informou a assessoria de imprensa da seleção argentina.

"O avião com a delegação argentina partirá entre segunda-feira à noite e terça-feira de manhã para Buenos Aires", afirmou um funcionário da Associação de Futebol Argentino (AFA).

A fonte disse que no avião devem viajar os jogadores que atuam no futebol argentino, como Cristian Pavón, Maximiliano Meza ou Franco Armani, e os que desejam passar férias no país.

prz/psr/fp