VAR é decisivo em vitória da Suécia sobre a Coreia do Sul

A Suécia estreou com vitória de 1-0 sobre a Coreia do Sul no Grupo F Copa do Mundo, em partida disputada em Nizhni Novgorod, graças a um pênalti marcado com o auxílio do árbitro de vídeo (VAR) e convertido por Andreas Granqvist.

Os suecos dividem a liderança do Grupo F com o México, que no domingo derrotou a favorita Alemanha também por 1-0.

Em um início de jogo sonolento, os sul-coreanos tentaram incomodar a defesa da Suécia, mas sem muita força. Os suecos conseguiram criar boas chances no fim da primeira etapa, mas esbarraram na atuação segura do goleiro Jo Hyeon-woo.

O VAR (video assistant referee) entrou em campo no segundo tempo, quando o árbitro salvadorenho Joel Aguilar tirou uma dúvida após uma jogada em que Viktor Claesson foi derrubado dentro da área por Kim Min-Woo.

Depois de conferir as imagens, o pênalti foi marcado e o capitão sueco Granqvist fez o gol, que decretou o placar de 1-0 no estádio de Nizhni Novgorod.

"Neste lance, o VAR nem precisaria ser usado. A falta era muito óbvia", disse o técnico sueco, Janne Andersson, ao final da partida.

- Jogo faltoso -

A primeira partida da Copa disputada em Nizhni Novgorod - cidade de 1,2 milhão de habitantes a 430 km de Moscou -, não foi das mais emocionantes.

A esforçada seleção sul-coreana tentou surpreender nos 20 primeiros minutos, enquanto a equipe sueca abusava das faltas para impedir os avanços dos rivais.

Mas a partir dos 20 minutos, o cenário mudou. O atacante Marcus Berg teve a chance de abrir o placar quase na pequena área, mas Jo Hyeon-woo fez uma grande defesa.

Para complicar ainda mais, a seleção da Coreia perdeu um de seus melhores jogadores, Park Joo-Ho, que sofreu uma lesão.

Berg teve outra grande chance, mas não estava em um bom dia e pecou na finalização. No fim do primeiro tempo, Claesson desperdiçou uma oportunidade de cabeça.

- VAR decisivo -

Os sul-coreanos tentaram repetir a estratégia no início do segundo tempo, mas os suecos retomaram rapidamente o controle das ações.

Aos 20 minutos, a partida teve o momento decisivo: depois de pressionado para pedir o auxílio do VAR, o árbitro Joel Aguilar marcou o pênalti sofrido por Claesson. O capitão sueco Andreas Granqvist mostrou sangue frio, deslocou o goleiro sul-coreano e fez 1-0.

Com a perspectiva da vitória, os suecos passaram a controlar a partida e os sul-coreanos, com um apático Son Heung-min, destaque da equipe e que defende o Tottenham, não conseguiram ameaçar o gol adversário.

A vitória da Suécia complica a situação da Alemanha, que foi surpreendida pelo México do domingo.

Na segunda rodada do grupo, no próximo sábado, a Alemanha encara a Suécia, enquanto o México enfrenta a Coreia do Sul.

"Vai ser um oponente formidável, mas vamos ver o jogo com a Alemanha e encontrar a maneira", disse o técnico da coreano, Shin Taeyong, sobre o próximo adversário.

bur/dr/psr/fp/fa