Neymar não treina com Brasil no dia seguinte à estreia na Copa

De volta a Sochi, balneário no Mar Negro onde se hospeda durante a Copa do Mundo da Rússia, o Brasil realizou uma sessão de treinamento nesta segunda-feira, um dia após a decepcionante estreia no torneio diante da Suíça. Mas sem Neymar.

O craque do Paris Saint-Germain, que preocupou a torcida brasileira após sair de campo mancando do duelo contra os suíços, uma partida em que sofreu impressionantes 10 faltas, não foi a campo com os companheiros.

Segundo a CBF, o camisa 10 da Seleção, assim como Thiago Silva e Paulinho, fizeram trabalho de recuperação física e fisioterapia no hotel e não preocupam para a segunda partida na Copa do Mundo da Rússia, na sexta-feira contra a Costa Rica, em São Petersburgo.

Nas redes sociais, Neymar também fez questão de tranquilizar os fãs, postando um foto de seu pé em tratamento com a legenda "Work hard" (trabalhe duro), acompanhada de um emoji positivo.

Jogadores que não começaram a partida contra a Suíça realizaram treino mais intenso de toque de bola e saída de jogo, além de exercício de marcação alta.

Fred também participou da atividade normalmente.

O novo reforço do Manchester United, que voltou a treinar na sexta após mais de uma semana parado por conta de uma pancada no tornozelo, foi desfalque na estreia e sequer ficou no banco contra a Suíça.

Já os titulares se revezaram à beira do campo no futmesa, uma mistura de futevôlei e tênis de mesa que caiu nas graças dos jogadores.

Participaram da brincadeira Gabriel Jesus, Casemiro, Marcelo e Willian. Em seguida, os quatro se juntaram ao restante dos habituais titulares de Tite para uma sessão de alongamento e leve trote em volta do campo.

Apesar do decepcionante empate na véspera com a Suíça, o clima entre os jogadores presentes na atividade desta segunda-feira em Sochi foi leve e descontraído, contando com a presença de familiares dos atletas.

Após o treino, os jogadores serão liberados e terão de se reapresentar até o almoço desta terça-feira (19).

- CBF quer explicações da Fifa -

Já Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, não mostrou o mesmo bom humor dos jogadores.

O dirigente afirmou aos jornalistas presentes no treino que a CBF irá pedir explicações formalmente à Fifa pelo fato de o assistente de vídeo (VAR) não ter sido usado no lance do gol de empate da Suíça.

No lance, o zagueiro Miranda teria sido empurrado nas costas pelo suíço Steven Zuber, que, sozinho na área brasileira, empatou a partida de cabeça.

A Fifa, porém, afirmou ter avaliado positivamente a decisão do árbitro da partida, o mexicano César Ramos. Segundo a entidade, não houve falta do zagueiro brasileiro e os árbitros responsáveis pelo VAR também não viram irregularidade no lance.

O Brasil é o atual segundo colocado do Grupo E, empatado com a Suíça. Após o duelo desta sexta-feira contra a Costa Rica, Neymar e companhia viajam a Moscou para enfrentar no dia 27 a Sérvia, que na estreia venceu os costarriquenhos (1-0) e lidera a chave.

am/cn