Reino Unido confisca passaportes de 1,2 mil hooligans

As forças de ordem do Reino Unido confiscaram os passaportes de mais de 1,2 mil hooligans britânicos, impedindo que eles viajem à Rússia para a Copa do Mundo.

 O balanço foi divulgado pela Secretaria do Interior do país, que diz ter impedido a entrada na Rússia de torcedores com "precedentes de violência em estádios". No total, o confisco atingiu 1.254 britânicos. 

Os passaportes serão restituídos somente depois do Mundial. "A Copa é uma festa do futebol, e não há espaço para violência e desordem", afirmou o ministro dos Serviços de Polícia do Reino Unido, Nick Hurd.