'DW': Brasil deixou de ser país do futebol, aponta estudo

Segundo levantamento, só 60% dos brasileiros dizem se interessar pelo esporte mais popular do mundo

A edição em português do jornal alemão Deutsche Welle publica, nesta quinta-feira (14), reportagem sobre uma pesquisa que contesta a "reputação" do Brasil como país com o maior número de fãs de futebol. De acordo com o DW, o levantamento, divulgado na terça-feira (12), diz que apenas 60% dos brasileiros demonstram interesse pelo esporte.

A pesquisa mostra que os Emirados Árabes lideram o ranking, com 80%. Em seguida vem a Tailândia, com 78%; e Chile, Portugal e Turquia, todos com 75%. O Brasil está em 13º lugar.

A pesquisa foi feita pela Nielsen Sports, e estipulou um ranking com 30 países. De acordo com o levantamento, a partir de 2013 houve uma queda significativa no número de "fãs" de futebol no Brasil. Na ocasião, o percentual era de 72%. 

O levantamento identificou que o brasileiro tem um comportamento "instável", com sua mobilização de acordo com o desempenho dos times nas competições.

Por outro lado, o DW aponta que houve um crescimento da popularidade do esporte em países como a China (de 27% em 2013 para 32% em 2017), Índia (de 30% para 45%) e Estados Unidos (de 28% para 32%). 

Nas redes sociais, o campeão de popularidade é Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, com 570 milhões de interações nos perfis do Facebook, Twitter e Instagram nos cinco primeiros meses do ano. Em segundo vem o brasileiro Neymar, com 294 milhões, e o argentino Lionel Messi, com 201 milhões.