Cerimônia de Encerramento terá escola de samba e "tributo a ritmos", diz COL

Com Jorge Benjor, Ivete Sangalo, Arlindo Cruz e a dupla sertaneja Victor & Léo, a Cerimônia de Encerramento da Copa das Confederações vai começar às 17h15 deste domingo no Estádio do Maracanã. Dirigida pelo carnavalesco Paulo Barros, a festa promete um tributo aos ritmos brasileiros, de acordo com o Comitê Organizador Local.

O evento vai ser encerrado às 18h, cerca de uma hora antes da partida com a bateria da escola de samba Acadêmicos do Grande Rio. A meta da organização é trazer o torcedor para dentro do estádio com antecedência, para tentar evitar que sejam alvo de qualquer tipo de problemas na entrada por conta das manifestações que estão previstas para o entorno do estádio durante todo o domingo.

“Lembramos uma vez mais que as crianças precisam ter ingresso, porque os lugares são marcados”, disse o diretor de comunicação do COL, Saint-Clair Milesi, reforçando que os brasileiros têm por hábito levar crianças ao estádio por conta de gratuitades que não valem na Copa das Confederações.

Na manhã deste sábado, apenas 800 dos mais de 69 mil ingressos vendidos para a final não tinham sido entregues ainda. Os postos de entrega vão funcionar normalmente neste sábado e também no domingo: Cidade das Artes (Barra da Tijuca), Hotel Windsor Guanabara (Centro), Aeroporto do Galeão e também no Aeroporto Santos Dumont.

Sobre o receio de que o tamanho do protesto convocado para o dia da final possa atrapalhar a entrada de torcedores e equipes no estádio, tanto COL quanto Fifa repetiram o discurso de que confiam no esquema de segurança montado pelas polícias Federal e Militar do Rio, e que no total devem envolver cerca de 11 mil homens entre policiais federais, da Força Nacional, Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Seguranças particulares contratados pela Fifa.