Em meio a protestos, Fred pede apoio de mineiros à Seleção em semifinal

Depois de receber apoio praticamente incondicional nas passagens por Fortaleza e também Salvador, a Seleção Brasileira embarca para Belo Horizonte neste domingo. Representante mineiro do elenco ao lado do atleticano Bernard, o atacante Fred pediu o apoio de seus conterrâneos para a semifinal que ocorre na próxima quarta.

“Agora vamos jogar lá. Quero pedir ao mineiro, pois sou mineiro e nosso povo é caloroso e respeitador, que incentive nossa Seleção. Que a gente sinta o que sentimos em Fortaleza e Salvador, porque realmente mexeu com a gente. Motivou muito. O torcedor fez parte dessa vitória fora de campo”, salientou o centroavante, autor de dois gols no triunfo por 4 a 2 sobre a Itália.

Fred, ao pedir apoio, provavelmente faz menção ao clima de certa forma pesado na capital mineira. Mesmo com a diminuição de protestos ao longo dos últimos dois dias em boa parte do País, Belo Horizonte registrou manifestações nas ruas e pelo menos 22 pessoas foram presas apenas no domingo. Lojas de carros foram saqueadas.

Ídolo da metade azul de Belo Horizonte, Fred ainda tentou agradar a gregos e troianos em sua entrevista. “Só tenho lembranças boas de Minas. Um carinho enorme pelo América-MG (onde foi revelado), pelo Cruzeiro (onde foi ídolo) e um respeito grande pelo Atlético-MG. Torço sempre pelos clubes de Minas”, disse o atacante.

A Seleção Brasileira deverá ser aguardada pelos torcedores mineiros para o fim da tarde desta segunda-feira. Os jogadores foram liberados por Luiz Felipe Scolari para aproveitar a noite de sábado em Salvador, depois de superarem a Itália. Em voo fretado, a Seleção deixa a Bahia para Belo Horizonte às 17h (de Brasília).