Italianos preveem "encontro de fenômenos" entre Neymar e Balotelli

A imprensa italiana espera com ansiedade pelo jogo entre Brasil e Itália, neste sábado, pela terceira rodada do Grupo A da Copa das Confederações. Principal jornal esportivo do país, o La Gazzetta dello Sport projeta o confronto entre Neymar e Mario Balotelli, destacando a amizade estabelecida entre eles em redes sociais.

“Em seus tweets, eles se chamam de ‘hermano’, de ‘amigo’. Amanhã, vão se encontrar como adversários em Salvador, na Bahia. Eles vão se olhar nos olhos, com dois gols cada. Eventualmente, vão se abraçar. Certamente vão trocar camisas”, projeta o veículo, que estampa em sua capa o “encontro dos fenômenos”.

O jornal ainda lembra os elogios dados por Pelé a ambos: o ex-camisa 10 afirma que “Neymar é mais inventivo que Messi" e diz “adorar” o estilo de Balotelli. De quebra, os dois são chamados de “heróis populares” pela publicação, que lembra até mesmo gestos parecidos.

“Na quarta-feira, em Fortaleza, depois de ter dobrado o México com um gol, uma assistência e muita magia, Neymar abraçou sua mãe Nadine nas arquibancadas - assim como Mario Balotelli fez há um ano em Varsóvia após o gol contra a Alemanha”, comparou, relembrando a vitória italiana por 2 a 1 nas semifinais da Eurocopa de 2012.

Mesmo com as semelhanças, o La Gazzetta dello Sport vê vantagens de Neymar em números, como nos seguidores no Twitter (7 milhões, contra 900 mil de Balotelli) e salários (o brasileiro receberá 7 milhões de euros por ano do Barcelona, contra 4,5 milhões do italiano no Milan). Ainda assim, a conclusão é positiva para a publicação.

“A verdade é que seria bom vê-los juntos, porque eles são feitos para completar”, analisou. “Potência e velocidade, força e poesia. Amanhã, vamos vê-los um contra o outro. Mas como amigos”, completou.