Rocinha repudia comportamento de Bolsonaro e seu fascismo

Um dos problemas mais graves de violência no Brasil é o estupro, Segundo a Secretaria de Políticas para as Mulheres, uma mulher sofre violência a cada 12 segundos no país. Com tamanha violência, como pode um parlamentar ironizar essa violência contra mulher?

As mulheres, aliás ninguém, merece um individuo como este como nosso representante. Em um lugar onde deveriam se valer as leis, um parlamentar não pode ter uma conduta que fere a dignidade das pessoas, com esse discurso de ódio, preconceituoso e machista que desrespeita a Constituição Federal.

Segundo o Ipea, mais da metade das vítimas de estupro no Brasil são menores de 13 anos, ou seja são crianças que são violentadas, um assunto grave que precisa ser tratado com muito respeito e que destrói a vida de muitas mulheres que são vitimas de agressores que não sabem respeitar uma mulher, assim como muitos outros sujeitos.

O que nos assusta é que esse sujeito foi o deputado mais votado do Rio de Janeiro, com mais de 400 mil eleitores. É inacreditável que existam pessoas conscientes que apoiem tal postura. Esperamos que a Justiça cumpra seu papel com transparência e dê uma resposta ao povo brasileiro. 

* Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais