Jornal do Brasil

Tom Leão

Tom Leão

Um Terminator Raiz

COTAÇÃO: 3 estrelas

Jornal do Brasil TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br

Desde que James Cameron surpreendeu o mundo, com o primeiro ‘O exterminador do futuro’ (‘The Terminator’, 1981), um incrível e inovador sci-fi, com Arnold Schwarzenegger, nenhuma outra sequência, exceto a segunda, ‘O exterminador do futuro 2: o julgamento final’ (‘Terminator 2: judgement day’, 1991), chegou perto ou disse a que veio. As duas últimas, ‘Terminator Genisys’ (2015) e ‘Terminator salvation’ (2009), são horríveis.

Por isso, ‘O exterminador do futuro: destino sombrio’ (‘Terminator: dark fate’), o sexto filme da série (a estreia mundial da semana), chega com uma grande vantagem: a volta de Linda Hamilton, a Sarah Connor original. E, mais uma vez, o confiável e frio Arnold Schwarzenegger, que imortalizou a famosa frase de efeito ‘I´ll be back’ (eu voltarei). Ambos, voltaram.

O resultado? ‘Dark fate’ é o melhor terminator movie, desde a primeira continuação, T2. Além de ter James Cameron como um dos roteiristas, o diretor Tim Miller (do primeiro ‘Deadpool’) soube revisitar aquele universo, adicionando novos elementos, e fazendo sentido. Afinal, mexer em multiversos (os futuros daquela realidade sempre são alterados quando chega um novo Terminator) é complicado.

Agora, Sarah Connor encontra Grace (Mackenzie Davis), uma jovem guerreira do futuro - que teve o seu corpo todo modificado tecnologicamente, mas, ainda é humana - e, juntas, combatem um novo modelo de Terminator, o Rev-9 (Gabriel Luna) que veio, mais uma vez, aniquilar uma ameaça para o levante das máquinas no futuro. Desta vez, uma jovem mexicana, Dani (Natalia Reyes).

O filme tem cenas de ação eficientes, efeitos renovados (o exoesqueleto do novo Terminator se separa do corpo, o que dobra a ameaça) e Mackenzie Davis está convincente como Grace, que equilibra bem o lado humano com o de guerreira. O diretor salpica algumas referências aos originais aqui e ali. E, quem gosta da série e sempre ficou decepcionado com os filmes intermediários, não terá do que reclamar deste novo capítulo. Será que T-800 volta? Ele sempre disse que sim. E, cumpriu as promessas.

RUGIDOS

*A partir de novembro, a Amazon Prime Video exibe a segunda temporada da série de ação ‘Jack Ryan’, estrelada por John Krasinski, baseada em livros de espionagem de Tom Clancy. Serão 8 episódios.

*Estreia na segunda-feira, dia 04/11, às 21h, no Canal Brasil, “Outras Brasileiras”, série documental produzida pela AfroReggae Audiovisual e dirigida por Diego Dadalt, que retrata a vida de mulheres transexuais perifericas. Os cinco episódios são temáticos e apresentam, em cada um, um aspecto específico da rotina das muitas personagens convidadas a darem seus depoimentos.

*A DMX – Digital Music Experience 2019 acontece de 12 a 14 de novembro, no Museu de Arte do Rio – MAR, no Rio de Janeiro. Durante três dias, 11 talkshows inéditos reunirão grandes nomes de diferentes segmentos da música para falar de temas diversos.