Jornal do Brasil

Tom Leão

Tom Leão

A chegada, com tudo, do Amazon Prime

Jornal do Brasil

Primeiro, foi a TV aberta, com os canais e redes disputando audiência ponto a ponto. Depois, veio a TV paga (cabo e satélite) para segmentar, mas que, no fim, acabou se popularizando, para ganhar mais assinantes. E, de repente, surgiu o VOD (vídeo sob demanda), que abriu caminho para os serviços de streaming, que não dependem de antena, sinal de satélite ou nada do tipo: basta apenas ter um ponto de internet (sinal da operadora, cabo ou wifi) e acessar o conteúdo de qualquer lugar.

Macaque in the trees
The Boys, série de Garth Ennis e Darick Robertson, que faz sucesso no Amazon Prime (Foto: Reprodução)

Foi nessa que, um serviço de aluguel de DVDs (levava os discos com os filmes até a casa do assinante e, depois, este simplesmente jogava fora ou devolvia, sem custos; o que, em curto prazo, matou a locadora Blockbuster), o Netflix, criou o seu nicho e, aos poucos, conquistou o mercado mundial, se tornando a principal referencia (aqui, a única, por um tempo). Se, nos EUA, Netflix foi ganhando concorrentes aos poucos (Hulu, HBO Max, Amazon etc), ainda continua sendo o principal serviço e referência no quesito streaming, mundialmente.

Isso até que dois grandes nomes, Disney e Apple, entrem de sola nessa arena. O primeiro, vai estrear o seu serviço, o Disney+, em novembro, nos EUA - e até meados de 2020, na América do Sul, segundo anunciado. Já Apple, em seu último evento, anunciou que, a partir de agora, quem comprar qualquer dispositivo da empresa (seja smartphone, tablet, Apple TV etc), ganhará, na hora, um ano de assinatura grátis de sua ATV+, que ainda é fraca em conteúdo, mas promete melhorar logo.

Na paralela, o único serviço de streaming que pode brigar de igual para igual com a Netflix, pelo menos no Brasil, é o da Amazon. Primeiro, o serviço deles, o Amazon Video, era apenas um Netflix mais tímido. Agora, entrou para valer no mercado brasileiro com seu Prime Video, que incluiu não apenas streaming de vídeo (filmes e séries) como também de música (concorrendo com Spotify e Deezer), livros (Kindle) e até mesmo de jogos (Twitch), tudo incluído num pacote único, que custa apenas $9,90 por mês ou $90 por ano, com primeiro mês grátis.

Fiz um teste, no ultimo fim de semana, e aqui vão algumas rápidas impressões:

Ao assinar o Amazon Prime, você tem direito a tudo o que foi citado acima, mas com algumas restrições. Exceto pelo Prime Video, que é completo, a parte de música é apenas parcial. Embora libere mais de dois milhões de músicas! O Kindle, também é restrito. Mas, dá direito a títulos de livros e revistas grátis. A parte musical deixa baixar e guardar os arquivos, sem custo extra (e, até mesmo, ouvi-las pelo PC). O mesmo acontece na parte de vídeo, com o assinante podendo ver conteúdo em UHD/4k sem pagar a mais (como ocorre no Netflix). Além disso, o pacote libera o frete (em itens selecionados) no site da Amazon Brasil.

A princípio, para o Brasil, onde tudo é muito caro, soa como uma excelente oportunidade. O chato é que você precisa baixar cada app em separado (vídeo, música, Kindle) para acessar os conteúdos, em vez de ter um lugar só para isso. Mas, tudo funcionou a contento. O mais lento, foi sincronizar os livros. E, não podemos usar contas Amazon de outros países. Só falta o catálogo do Prime Video crescer. Por agora, ele lembra o Netflix do início. Tem coisas boas, mas que se esgotam logo. Mas, já dá para curtir todo o ‘Seinfeld’, por exemplo. E, tudo mais barato que um pacote básico de TV paga.

RUGIDOS

Um dos sucessos da temporada, nos Estados Unidos, a série 'Manifest', estreia no Globoplay no dia 4 de outubro. Apenas os assinantes poderão assistir.

*Estreia no Canal Brasil, nesta sexta, dia 27/09, às 22h30, a série em quatro capítulos “Aldo – Mais Forte que o Mundo”, baseada no filme "Mais Forte que o Mundo", de Afonso Poyart, de 2016.

*O Amazon Prime Video anuncia a participação especial da atriz Blythe Danner, em quatro episódios da terceira temporada de American Gods. Danner interpretará Demeter, a deusa grega da colheita.

*HBO anuncia duas novas séries no HBO Inclusão (HBO IN), que oferece audiodescrição em português para deficientes visuais e legendas adaptadas com visualização ajustada e zoom para deficientes auditivos: as duas primeiras temporadas de ‘The deuce’ e a primeira temporada da nacional ‘A vida secreta dos casais’, a partir deste dia 27 de setembro.

*A série “Álbuns Clássicos”, conta a história do quinto disco da banda The Who, ‘Who´s next’ (1971), dia 30 de setembro, às 23h, no canal Curta!