Publicidade

Tom Leão

Enfim, o Disney + chegou ao Brasil

Cerca de um ano depois de lançado nos EUA, o serviço de streaming Disney+ chegou ao Brasil, América Latina e Caribe esta semana. ...

...
Credit......

Cerca de um ano depois de lançado nos EUA, o serviço de streaming Disney+ chegou ao Brasil, América Latina e Caribe esta semana. Neste meio tempo, parte do acervo esteve disponível no Amazon Prime. O serviço (que nos EUA já tem mais de 26 milhões de assinantes, cerca de 70 milhões, mundialmente) oferece acesso aos catálogos Disney, National Geographic, Star Wars, Pixar e Marvel. O que inclui, além de filmes e animações, documentários e especiais, como a versão filmada do sucesso da Broadway, ‘Hamilton’, por exemplo.

Doravante, você só terá acesso ao conteúdo das marcas citadas através do Disney+ (que tem no catálogo clássicos como o musical ‘Fantasia’), exceção a títulos selecionados, que também poderão ser vistos nos canais pagos Disney e nos cinemas. O catálogo tem séries, filmes, curtas e documentários originais, como ‘The Mandalorian’ (série do universo Star Wars), o longa live action de ‘A dama e o vagabundo’. E séries derivadas do Universo Marvel, como ‘WandaVision’ e ‘Falcão e o Soldado Invernal’. Estes, só chegarão ao serviço em 2021.

Macaque in the trees
O catálogo tem séries, filmes, curtas e documentários originais, como The Mandalorian (do universo Star Wars) (Foto: Divulgação)

A interface do Disney+ não difere muito da usada no Amazon Prime Video (são mais parecidas entre si do que com o Netflix, por exemplo). Há uma tela de destaque no alto e fileiras dedicadas a cada canal ou gênero. Os assinantes podem usar a plataforma em até quatro telas, simultâneamente. Ou registra-la em ate dez dispositivos diferentes (TV, Tablet, celular etc), além de configuração de sete perfis diferentes. O serviço também está disponível para smartvs e dispositivos móveis, incluindo consoles de videogames. O app já está disponível no Fire Stick, da Amazon.

No teste que fiz, tudo carregou rápido (tanto na TV, quanto no celular). Os programas entram, por default, em português. Mas dá para botar no idioma original e ativar legendas. A qualidade de imagem é HD e o som é Dolby 5.1. A assinatura anual está por R$279,90 (a mensal custa R$27,90). O diferencial do Disney+ será atender mais a família e a faixa infanto-juvenil do público. Por enquanto, não há quase nada do catálogo da Fox, comprada pela Disney. A não ser ‘A noviça rebelde’, algo dos Simpsons e os filmes do Quarteto Fantástico, basicamente.

Mas há muita coisa do acervo Disney (como ‘20 mil léguas submarinas’), curtas, series e filmes dos canais Disney e National Geographic.

R.U.G.I.D.O.S

*O Nordeste é o cenário de ‘Expedição Nordeste’, série em formato documental, primeira produção local do Smithsonian Channel. O primeiro episódio estreia neste sábado, 21 de novembro, às 18h. Os demais capítulos irão ao ar às quartas e sábados, no mesmo horário. No programa, os irmãos Tauã e Caiã Cordel, líderes da banda Tribo Cordel, cruzam a região e, em meio a descobertas e aventuras, destacam a cultura, a identidade e as belas paisagens nordestinas.

*Confirmado com sessões nas salas de cinema de todo o país (mais de 20 cidades), o Festival Varilux de Cinema Francês começou neste dia 19 de novembro (e vai até 3 de dezembro) e exibirá 18 longas-metragens, sendo 17 inéditos e recentes (2019/2020). Além do clássico “Acossado”, de Jean Luc-Godard - em homenagem aos 60 anos da Nouvelle Vague.

*Em parceria com a HBO, o novo TIM Black Família passa a oferecer a assinatura da HBO GO como uma das opções para os clientes do plano. E, agora oferece novos conteúdos e ainda mais liberdade de escolha para o usuário, que pode optar por incluir a plataforma de streaming da HBO na oferta.



...
O catálogo tem séries, filmes, curtas e documentários originais, como The Mandalorian (do universo Star Wars)