Tomate: você sabe do que ele é capaz?

Muito se fala do tomate pelos seus benefícios na prevenção do câncer de próstata. Mas é muito mais que isso. Ele também tem efeitos impressionantes para o coração e para toda a saúde. Não o menospreze pois o tomate é um poderoso complexo antioxidante riquíssimo em licopeno, alfa tocoferol (vitamina E), alfa e betacaroteno.

Outros nutrientes não menos importantes incluem flavonoides, como rutina, kaempferol e quercetina, luteína (outro carotenoide), vitamina C, folato e potássio. A cor vermelha dos tomates ocorre pela alta concentração do licopeno.

Tomate e saúde cardíaca

Pela sua riqueza em licopeno, promove:

· redução de doenças cardiovasculares;

· proteção contra aterosclerose;

· melhora a pressão arterial;

· reduz o risco de derrame isquêmico em até 59%.

Outros benefícios

· reduz a incidência de diabetes, câncer e Alzheimer;

· tem associação inversa com dano oxidativo ao DNA;

· evita geração de radicais livres – que causam envelhecimento e risco maior de doenças;

· facilita a comunicação intercelular, nas "junções de hiato", regulando o ciclo reprodutivo celular, essencial para impedir o desenvolvimento de câncer;

· estimula o sistema imunológico na destruição de micro-organismos invasores e células cancerígenas precoces;

· regula as vias de comunicação endócrina (glandular);

· atua como antioxidante para diminuir a reabsorção óssea em mulheres na pós-menopausa e, portanto, pode ser benéfico na redução do risco de osteoporose.

Como conseguir os benefícios do tomate:

Consuma preferencialmente os tomates orgânicos, que são mais ricos em licopeno. Use na forma de pasta de tomate, molho de tomate, ketchup, sopa de tomate e suco de tomate, além da forma crua.

Para ter o máximo benefícios, cozinhe-os tomates, o que aumenta os níveis de licopeno absorvível em cerca de 4 vezes, quando comparado com o tomate cru. Independente da forma, cru ou cozido, inclua uma gordura saudável, como o azeite, pois o licopeno é um nutriente lipossolúvel em gordura. A grande vantagem sobre o licopeno nos tomates é que você pode obtê-lo em boas quantidades através dos alimentos, sem necessidade de suplementação.

Mas atenção: os tomates estão na lista das 10 principais frutas e vegetais que contêm os mais altos níveis de resíduos de pesticidas; portanto, se você não puder comprar orgânicos ou cultivar seus próprios, lave-os bem antes de consumir.

Não deixe de lado essa maravilha da natureza. Tomates são ótimos, versáteis e deliciosos. Aproveite de todas as formas possíveis!

-

Referências bibliográficas:

· PLOS One. May 21, 2013

· Journal of Biological Regulators & Homeostatic Agents. July 21, 2011

· Neurology. Oct 9,2012;79(15):1540-7.

· University Health News. March 7, 2018

· WHO The top 10 causes of death. 2019

· Nature, Atherosclerosis. Feb 22, 2010

· Cancer Epidemiology Biomarkers & Prevention. August 2007;16(7):1428-36

· British Journal of Nutrition. 2004, 91;53–61

· Toxicol in Vitro. March 2008;22(2):510-4

· British Journal of Nutrition. Jan 2005; Vol 93, Issue 1, pag 93-99

· The American Journal of Clinical Nutrition. April 1, 1999 Vol 69, Issue 4, pag 712–718

· The American Journal of Clinical Nutrition. Jan 1, 2006; Vol 83, Issue 1, pag 163–169

· The Journal of Nutrition, Health and Aging. Feb 2011; 15(2):133-8

· Harvard Health. October 10, 2012

· PLOS One. Feb 20, 2013

· Nutrients. March 15, 2016 8(3), 170

· Dirty Dozen. 2019

* Médico Nutrólogo CRM RJ: 52-0110159-5