Jornal do Brasil

Saúde & Alimentação

Saúde & Alimentação

Wilson Rondó Júnior

Proteção natural contra resfriados e problemas pulmonares

Jornal do Brasil WILSON RONDÓ JUNIOR, drrondo@drrondo.com

Pesquisas intensas sobre uma terapêutica eficaz para o Covid-19 estão ocorrendo em todo o mundo. São mais de 80 ensaios clínicos em andamento... Quero comentar de um elemento extremamente barato, e que vem sendo testado com mais ênfase desde que a SARS atingiu 26 países, em 2003.

Pesquisadores vem mirando esse grande aliado imunológico natural, que já tem se mostrado de grande valia contra vários vírus, no novo coronavírus. Trata-se da quercetina: um antioxidante com potencial imunológico e antiviral surpreendente. Além disso, ela evita as tempestades pro-inflamatórias causadas pelas citoquinas, responsáveis pelas infecções graves e mortes por COVID-19. Ela age de 3 maneiras:

•Inibe a habilidade viral de infectar as células

•Reduz a replicação das células já infectadas

•Reduz a resistência das células já infectadas ao tratamento antiviral

O que os estudos mostram

Em 2004, em estudo em animais que investigou seus efeitos terapêuticos contra a gripe, utilizando cepa do vírus H3N2, encontrou também bons resultados para proteção do pulmão. Em 2007, estudo realizado pelos EUA mostrou que a quercetina combinada com a vitamina C e niacina poderia proteger contra infecções virais mortais. No final, 45% do grupo placebo ficou doente, enquanto só 5% do grupo da quercetina adoeceu.

Em 2008, pesquisa mostrou que animais tratados com quercetina foram desafiados com um vírus da gripe H1N1, e o grupo tratado teve morbimortalidade significativamente menor do que o grupo placebo. Outro estudo, em 2010, também com animais, descobriu que a quercetina inibe os vírus influenza A e B, amplificando o efeito terapêutico quando junto de medicamentos antivirais.

Outro estudo, de 2016, descobriu que a quercetina oferecia proteção contra o vírus influenza A, H1N1, H3N2 e H5N1. Agora, em 2020, uma publicação mostrou que a quercetina “fornece proteção abrangente contra a infecção por Streptococcus pneumoniae”, tanto in vitro quanto in vivo.

Aonde você encontra?

1. As fontes alimentares são a sua primeira escolha. É encontrada especialmente em.

•Cebola roxa

•Cebola branca

•Pimentão verde

•Maçã vermelha

•Alface americana

•Tomate

2. Suplemento com quercetina. Segundo as publicações, cápsulas de 500 mg ao dia oferecem bons resultados, com doses diferentes para pessoas infectadas por vírus. Converse com seu médico sobre isso.

Nos dias de hoje, qualquer ajuda é fundamental. E quando estamos falando de algo natural, encontrado nos nossos alimentos, melhor ainda! Supersaúde!

-

WILSON RONDÓ JUNIOR. Médico Nutrólogo - CRM RJ: 52-0110159-5

-

Referências bibliográficas:

•Am J Physiol Regul Integr Comp Physiol. Aug 2008;295(2):R505-9

•AJP Regulatory Integrative and Comparative Physiology. 2008; 295 (2): R505

•Asian Pac J Trop Med. Jan 2016;9(1):1-7

•J Agric Food Chem. 2004;52 (25: 7514-7517

•J Pharmacol Exp Ther. Jul 2002;302(1):66-72

•J Agr Food Chem. 2007;55 (15):6154-6159

•Antiviral Research. Nov 2010;88(2):227-35

•Experimental Lung Research. 2005; 31(5)

•Journal of Agricultural and Food Chemistry. 2016; 64(21): 4416-4425

•Viruses. Jan 2016; 8(1): 6

•Asian Pacific Journal of Tropical Medicine. January 2016; 9(1): 1-7

•Virologica Sinica. August 2015; 30(4): 261-268

•Hepatology. Dec 2009;50(6):1756-64

•Microbial Pathogenesis. March 2020; 140: 103934

•Clinical & Experimental Immunology. November 2004; 138(2): 195-201

•Journal of the American Dietetic Association. Apr 2011;111(4):542-9

•American Journal of Physiology. August 1, 2008