Publicidade

Saúde e Alimentação

O suplemento essencial que talvez você não dê valor

Há um nutriente que talvez você não conheça ou eventualmente não dá o seu real valor. Estou falando da colina...

...
Credit......

Há um nutriente que talvez você não conheça ou eventualmente não dá o seu real valor. Estou falando da colina. Ela foi descoberta em 1862 e é um nutriente desempenha um papel importante em todas as fases da vida, suportando ou auxiliando uma série de benefícios, como:

- Reduz risco de câncer de mama em 24%, além de Alzheimer e Parkinson.
- Desenvolvimento fetal – Fundamental no fechamento do tubo neural, melhor visão e desenvolvimento cerebral. Além disso, filhos de gestantes que tem níveis bons de colina apresentam melhor memória ao longo da vida. Sua deficiência aumenta o risco de parto prematuro, baixo peso ao nascer e pré-eclâmpsia.
- Proteção cardiovascular – Impede que a homocisteína aumente na circulação, o que aumenta o risco cardiovascular, pois a converte em metionina.
- Síntese de acetilcolina – Trata-se de um neurotransmissor envolvido no desempenho saudável do sistema nervoso, músculos, coração e memória.
- Melhora o metabolismo da gordura – Com isso, evita o acúmulo de gordura no corpo.
- Previne doença hepática gordurosa não-alcoólica.
- Melhora o colesterol – Ajuda seu transporte e evita o acúmulo.
- Desempenho cognitivo – Quanto mais alto teor de colina na dieta, melhor é o desempenho cognitivo em adultos e mais lento o envelhecimento cerebral.
- Controle de ansiedade – Alta ingesta de colina reduz a ansiedade e controla sintomas de distúrbios mentais, como transtorno bipolar.
- Suporta função mitocondrial saudável, evitando o acúmulo de gordura no fígado.
- Efeito sinérgico com outras vitaminas, como folato e B12.

Necessidades especiais de colina
- Consumo excessivo de bebida alcoólica – Nessas condições, há um aumento da necessidade de colina, pois ela é espoliada muito facilmente.
- Dieta vegetariana e vegana – Nesses casos é importantíssima a sua suplementação, pois não se ingere carne vermelha, vísceras, ovos e ômega 3 de origem animal, que são as melhores fontes alimentares.
- Resistência física no exercício – Atletas que fazem maratonas e triatlos têm uma necessidade maior de colina, devendo sempre suplementar.
- Menopausa – Por apresentarem níveis baixos de estrogênio, mulheres nessa fase precisam ingerir uma dieta rica em colina ou suplementar, para evitar qualquer disfunção orgânica.

Como suplementar colina
Enfatize:
•Fígado de bovino de animais criados a pasto.
•Ovos e galinhas, de preferência que pastoreiam. Consuma o ovo inteiro, e não só a clara!
•Ácido graxo essencial ômega 3 de origem animal, em especial o krill oil.
•Bacalhau e salmão do Alasca.
•Feijão vermelho e quinoa.
•Couve de Bruxelas, couve-flor e brócolis.
•Cogumelo shitake.
No caso de suplementação vitamínica, os estudos mostram bons resultados com 125 mg/dia (0 a 6 meses) até 600 mg/dia para adultos. Converse com o seu médico para ver a dose certa para o seu caso. Supersaúde!

Referências bibliográficas:
•Nutr Today. 2007; 42(4): 181–186
•Am J Epidemiol. 2004;160(2):102-9
•J Am Coll Nutr. 2004; 23:621S-626S
•ARYA Atheroscler. 2011;7(2):78-86
•JAMA. 2002;288(16):2015-22
•Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2013;16(3):339-45
•Cell Reports January 8, 2019
•J Biol Chem. 2002;277(44):42358-65
•Cent Nerv Syst Agents Med Chem. 2012;12(2):82-94
•Am J Clin Nutr. 2011;94(6):1584-91
•Biol Psychiatry. 1996;40(5):382-8
•J Exp Med. 1954;100(6):615-27
•BMJ NPH. 2019;0:1-4
•USDA. January 2008
•USDA Food Data Central. December 16, 2019
•Lipids. 2011;46(1):25-36

Dr. Wilson Rondó Jr.
CRM RJ 52-0110159-5
Cirurgião Vascular de formação e Nutrólogo
Registro nº 058357