Jornal do Brasil

O Outro Lado da Moeda

O Outro Lado da Moeda

Gilberto Menezes Côrtes


  1. Santander analisa a nova atuação do BC no mercado cambial

  1. Apertem os cintos: com juro baixo, rentabilidade só com risco

  1. Com estagnação, Bradesco já vê Selic abaixo de 5%

  1. Itaú e Bradesco ainda prevêem alta do PIB no 2º trimestre

  1. Inadimplência explode no BB acima do SFN

  1. Para Itaú, vendas crescem com crediário mais em conta

  1. Petrobras lucrou R$ 5,1 bi ou R$ 18,8 bi?

  1. Após Fed, Santander e Itaú apostam em queda de 0,50 na Selic

  1. CEF promete abrir a caixa-preta do FI-FGTS

  1. Mercado aposta que Copom baixe Selic 0,25% dia 31

  1. Carlos Thadeu vai presidir Conselho do BNDES

  1. Corte de 26,5% em reajuste de Plano de Saúde é o maior da década

  1. Por que não contingenciar os juros?

  1. Bradesco: cortes de juros em diversos países devem dar suporte à economia mundial

  1. Para Itaú, reforma é 1º passo para recuperação gradual

  1. AEB revisa saldo comercial para US$ 52,2 bilhões, queda de 10,9%

  1. Com reforma da Previdência, Itaú também espera corte de 0,50% na Selic

  1. BC não tem mais desculpa para não baixar juros

  1. Juros vão cair; para quem, cara pálida?

  1. Uma no cravo e outra na ferradura