Jornal do Brasil

JBicho & Cia

JBicho & Cia

Daniela Calcia

Zoonoses também podem ser prevenidas com vacinação

Higienização correta de alimentos e consumo de água potável também evitam a transmissão de doenças provocadas por parasitas e microrganismos como vírus, bactérias e fungos

Jornal do Brasil DANIELA CALCIA, daniela.calcia@jb.com.br

Estar atento à carteira de vacinação, ao comportamento e a eventuais sintomas dos bichos de estimação são alguns deveres dos tutores. Quem convive com animais certamente já ouviu falar em zoonoses. Mas o que são e o que se deve fazer para evitá-las? As zoonoses são doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos e vice-versa. São provocadas por parasitas e microrganismos como vírus, bactérias e fungos. Os principais agentes transmissores destas doenças são cachorros, gatos, morcegos, ratos, aves e insetos. Conversamos com médico-veterinário Alexandre Merlo, Gerente Técnico de Animais de Companhia da Zoetis. Confira:

Macaque in the trees
Tutores devem manter a carteira de vacinação dos pets sempre atualizada (Foto: Pixabay)

"De forma geral, a transmissão de zoonoses pode acontecer de forma direta, principalmente por meio do contato com secreções (saliva, sangue, urina, fezes) e também de forma indireta, por meio de vetores como mosquitos e pulgas, por exemplo, ou ainda pelo consumo de água e alimento contaminados”, explica o veterinário.

O especialista destaca três das doenças que prejudicam o bem-estar de animais e humanos e que podem ser prevenidas por meio da vacinação. A primeira delas é a raiva que é transmitida para os humanos pelo contato direto com a saliva de um mamífero infectado por meio de mordidas ou penetrando por feridas abertas, é uma doença viral aguda, progressiva e mortal. “É uma zoonose importante. Animais infectados podem apresentar sintomas como agressividade, ansiedade, depressão, dificuldade para engolir e, consequentemente, aumento de saliva”, diz Merlo.

Macaque in the trees
(Foto: Pixabay)

Já a leptospirose é uma infecção aguda causada por bactéria, pode ser transmitida por animais de diferentes espécies (roedores, suínos, caninos e bovinos) para os seres humanos. O contágio se dá pelo contato direto com a urina dos animais infectados ou por exposição à água contaminada com urina; as bactérias entram no organismo por meio das mucosas ou por meio de pequenos ferimentos, disseminando-se na corrente sanguínea. “Essas bactérias alojam-se nos rins e no fígado e causam doença com sintomas tais como febre, falta de apetite, vômito, diarreia, dores musculares e, em casos mais avançados, o amarelamento da pele e mucosas, conhecido como icterícia”, aponta. Aqui no Rio é muito comum alguém contrair a leptospirose, principalmente após grandes temporais, sempre quando chego em casa após encher meus pés de lama, lavo com álcool 70 e em seguida sabonete. Todo o cuidado é pouco!

E o terceiro destaque é a giardíase, causada pela ingestão de água e/ou alimentos contaminados por um parasita, a doença, caracterizada por uma infecção no intestino, tem como principais sintomas diarreia e vômito. A maioria das infecções é assintomática, mas o paciente (seja ele humano ou animal) elimina cistos por meio das fezes, que podem infectar outras pessoas. “Um cachorro contaminado, por exemplo, que defeca em uma horta ou próximo a um poço; água de piscina contaminada ou ainda crianças em casa, que tiveram contato com as fezes do cachorro, podem ser situações de transmissão da doença”, aponta.

A giardíase provoca má absorção de nutrientes e, por isso, diarreia, perda de peso, além de queda de pelo. “A dificuldade de controle é que mesmo após tratamento, não há garantias de que o animal não seja infectado novamente. No caso de diagnóstico desta doença, a recomendação é que todos, animais e humanos daquele ambiente, sejam tratados”, finaliza Merlo. Em outra coluna eu cantei a pedra no caso da giardíase: além da vacinação, lavar sempre o focinho do cachorro ao chegar em casa do passeio. Dica infalível da minha vizinha, a protetora Edna.

Além de manter a carteira de vacinação dos pets atualizada é fundamental que você e seu bichinho bebam sempre água filtrada, você também deve higienizar corretamente verduras e legumes e caso você ainda coma carne, ela deve ser bem cozida. Não debemos achar que a culpa é só do animal, até porque a responsabilidade pelo bem-estar deles é exclusivamente nossa. Na página da Vigilância Sanitária do Rio, você encontra diversas dicas de medidas preventivas como: higiene pessoal e do ambiente, controle de vetores e reservatórios, controle da qualidade da água e dos alimentos, cozimento adequado dos alimentos, não criar animais silvestres sem autorização do órgão competente e posse responsável de animais. Você também poderá baixar folhetos informativos e tirar suas dúvidas, confira: www.rio.rj.gov.br/web/vigilanciasanitaria/o-que-sao-zoonoses. Consulte sempre o seu veterinário de confiança. Lambeijos e até a próxima quarta!

O QUE ROLA POR AÍ

Sábado tem campanha de adoção do Projeto Adoráveis Vira-Latas na Barra da Tijuca

Macaque in the trees
(Foto: Reprodução do Facebook)

Neste sábado (14) o grupo Adoráveis Vira-Latas realiza mais uma 'Campanha de Adoção de Animais'. O evento acontece no Shopping UpTown Barra, na Av. Ayrton Senna, 5.500, Barra da Tijuca, RJ (Perto do Casa Shopping), das 11h às 17h. Participem!

O projeto recebe doações de ração, brinquedos, jornais, vermífugos e medicamentos veterinários para cães e gatos. Para adotar basta ser maior de 21 anos, levar xerox do RG, CPF, do comprovante de residência e muito amor no coração!

---------------

Busucão promove campanha de adoção e vacinação em Caxias

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

No dia 21 de setembro, o projeto Apaixonados por Quatro Patas estaciona seu 'Busucão' no Caxias Shopping e promove campanha de adoção e vacinação de pets, das 10h às 16h. Para adotar é necessário ser maior de 18 anos, levar original e cópia do RG e CPF, comprovante de residência e passar por entrevista.

Quem quiser levar seu pet para vacinar deve retirar uma senha no local, a ação será feita por ordem de chegada. São oferecidas vacinas V11 para cães e antirrábica para cães e gatos. Os organizadores solicitam uma colaboração de R$ 10 para cada tipo de vacina para que o projeto possa ampliar sua atuação. O shopping fica na Rodovia Washington Luiz, 2895, Duque de Caxias, RJ. Telefone: (21) 2430-5110 ou WhatsApp: (21) 9-9305-3611.

---------------

'Entre Pegadas' faz campanha de adoção no Carioca Shopping

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

Vai rolar no dia 21 de setembro, a ‘Campanha de Adoção de Animais’ do Projeto ‘Entre Pegadas’, no Carioca Shopping. A ação tem entrada franca e acontece das 15h às 19h. Os visitantes podem doar ração, coleiras, material de higiene, cobertores, jornais, remédios pets, entre outros. Estarão disponíveis para adoção animais vermifugados e vacinados.

Para adotar é necessário ser maior de 21 anos, levar cópias do RG, CPF, comprovante de residência e passar por entrevista. O shopping fica na Av. Vicente de Carvalho 909, Vila da Penha, RJ. Tel: (21) 2430-5120.

---------------

Empório Lusitano traz opções veganas no cardápio

Macaque in the trees
Bolo mesclado (Foto: Divulgação)

Quem trabalha no Centro do Rio sabe que são poucas as opções veganas para almoçar ou fazer um lanche rápido. Suzana Araújo, que trabalho no Empório Lusitano, inseriu no cardápio da casa algumas sugestões sem nada de origem animal. "Muita gente chega aqui e pede um bolo ou sanduíche vegano, então resolvi incluir alguns quitutes em nosso cardápio". E o que não falta é opção: bolo mesclado, tapioca com pasta de soja (cenoura, grão de bico ou cebola), tomate e orégano, pão francês com manteiga de coco e sanduvega com pasta de soja e salada. Para beber um suco de frutas e café ou chocolate com leite de soja. O Empório fica na rua Primeiro de Março, 26, Centro, RJ. Telefone: (21) 2232-7150.

---------------

Ibasa promove workshop Pet Grooming em Brasília

Macaque in the trees
(Foto: Divulgação)

No dia 22 de setembro, vai rolar o workshop Pet Grooming, ministrado pelo expert Gabriel Andrade, das 9h às 15h, no Sia Park Hotel (SIA Sul Quadra 2C Bloco D - Guará, Brasília - Df). Produzido pela Ibasa, marca de produtos para saúde, higiene e beleza dos pets, em parceria com a distribuidora BSB Pet, o evento está circulando o Brasil todo com novas técnicas de banho e tosa. Entre os temas estão a tosa bebê e manutenção de pelo liso na raça shih tzu, bem como técnicas Power Pet, com dicas de como dar um novo direcionamento no seu banho e tosa. As vagas são limitadas, inscrições e mais informações estão disponíveis em (61) 3382-0554 ou 98472-9500.

---------------