Enfim, sinais de sustentabilidade

.

Foto: JB
Credit...Foto: JB

Há esperanças de inovações no modo de criar a moda. No dia nove, terça-feira, será lançado o Fashion Futures, premiação do Instituto C&A para reconhecer personalidades, projetos e negócios sociais que apresentam ideias de uma moda sustentável, justa e regenerativa. Partindo de uma grande rede como a C&A é um indicador de foco em oportunidades para gente criativa e antenada com as possibilidades de salvar o planeta através do que vestimos.

Macaque in the trees
Modelos da linha Ecostilo da Renner (Foto: divulgação)

 

 

Macaque in the trees
Blusa de ribana (algodão e um tiquinho de elastano) por R$ 59,90 na Renner (Foto: reprodução e-commerce)

Outra proposta é da Renner, a grande rede nacional (a C&A é holandesa), original de uma loja de alfaiataria masculina na Avenida Borges de Medeiros, em Porto Alegre, que se transformou em 600 lojas, mais o e-commerce que atende a todo o país. A novidade é o espaço no shopping Rio Sul (Rio de Janeiro), onde foi instalada a versão circular da Renner. Circular porque inclui arquitetura com fachada permeável e transparente, manequins e mobiliário desenvolvidos em processos circulares e logística reversa, plantinhas em alguns cantos e prateleiras e muitas maneiras de agregar sustentabilidade, além das roupas feitas com materiais dentro dos parâmetros da sustentabilidade: uso de materiais duradouros, preservação e reutilização de recursos, e descarte adequado no fim do ciclo de vida útil. Na loja, só para dar uma ideia das mudanças, todas as lâmpadas são de LED e houve 94% a menos de descarte de materiais na construção. A biofilia é representada por plantas em vários recantos e prateleiras.
Esta é uma loja-modelo, que deve ter exemplo seguido por várias da rede. Inclui espaços como a parceria com o brechó online Repassa, o aplicativo SOS Costura, o Ecoestilo, e produtos com o selo ReModa Responsável.


Macaque in the trees
Caixa de reuso da loja modelo no Rio Sul (Foto: reprodução site)

 

Pioneirismo

Desde os anos 1990 a Osklen é ícone internacional de sustentabilidade. Tecidos, couros, itens considerados descartáveis, como as peles de peixes (peles ou couros? São tão espessos que fica esta dúvida) se transformam em tênis cobiçados, bolsas de coleção, roupas feitas com tecidos da E-Fabrics, com certificados internacionais. O grupo Alpargatas assumiu a parte administrativa da marca, abriu um imponente centro de criação e administração no Rio Comprido, o que deu tempo do Oskar Metsavaht se dedicar a outras paixões, dentro do universo cultural. Um dos destaques, que merece uma remontagem, foi o espetáculo B-Marche - Noites de Berlioz, visto no Teatro Municipal do Rio, com o bailarino Thiago Soares. E boa notícia deste mês é a volta do Oskar à direção criativa da Osklen. Vamos aguardar para ver as descobertas e novos conceitos deste talento multitask, reconhecido no mundo inteiro.

 

Macaque in the trees
Bolsa de pirarucu da Osklen (R$ 2.597) (Foto: reprodução site)


Macaque in the trees
Cena de B-Marche-Noites de Berlioz (Foto: divulgação)


De comer

Gastronomia é moda, atualmente. A Maratona Empraba de Empreendedorismo que se realiza até o dia 14, promete nos deliciar com biscoitos de babaçu do Maranhão e experiências usando a mandioca, pelo programa Mandinova, de inovação aberta em mandioca. Aguardemos novas farofas, bolos, invenções de trabalhadores do campo, cooperativas, startups novinhas e cooperativas. Gente nova, pensando em formas de prestigiar e sustentar as pequenas agroindústrias.

 

Algumas questões

Eu sei que pode denotar ignorância, mas tenho uma dúvida. Tecidos com fios e tramas de poliéster são derivados de petróleo, parentes do nylon, dos combustíveis fósseis, tão mal falados. A alternativa seria o algodão orgânico, ainda escasso e caro. Ou as viscoses e derivados, feitos com madeira de árvores com pouca resina. Aí, vem a questão: este tecido acaba com florestas? Leva a plantar eucaliptos (eles têm resina?). As roupas são confortáveis? Ou são iguais às feitas com microfibra, mistura de poliamida e poliéster? Por enquanto, estas são mais baratas…

 

Macaque in the trees
Loja de Hong Kong durante a pandemia (Foto: reprodução BOF)

 

Outra notícia espantosa: nunca os preços das áreas comerciais de Hong Kong estiveram tão baixos. Sempre foram os mais altos do mundo. Os shoppings chegam a ter 15 andares, todas as marcas de luxo estão representadas. Mas o consumo foi reduzido, e os preços dos aluguéis baixaram. Antes das restrições da pandemia, os aluguéis giravam em torno do milhão de dólares por mês. Atualmente, as grandes lojas da Causeway Bay estão com até 80% de abatimento.

 

Do que se trata

moda circular (ou qualquer atividade circular):Na prática, trata-se da roupa feita sem poluir o meio ambiente (a moda é grande poluidora, principalmente o jeans, pelo uso da água nas lavagens), vendida, comprada, usada até enjoar ou ficar velhinha, e ser repassada para outros fins ou pessoas. É prolongar a vida das peças, mantê-las circulando.

Logística reversa: é a maneira de encaminhar produtos que não venderam ou apresentaram defeitos para reaproveitamento ou destinação correta dos resíduos. Não basta entregar para as lojas, tem que dar um caminho de volta para as sobras


Macaque in the trees
Livro da Biofilia (Foto: reprodução)

 

Biofilia: segundo Edward O. Wilson, autor do livro The Biophilia Hypothesis, é a vontade de se filiar a outras formas de vida. No caso, a plantas

Multitask: ou multitarefa, qualidade de pessoas com talento para trabalhar em várias áreas. Podia escrever multitarefas, mas multitask é a palavra da moda. E já que escrevemos sobre moda...



Iesa Rodrigues
Modelos da linha Ecostilo da Renner
Blusa de ribana (algodão e um tiquinho de elastano) por R$ 59,90 na Renner
Caixa de reuso da loja modelo no Rio Sul
Bolsa de pirarucu da Osklen (R$ 2.597)
Cena de B-Marche-Noites de Berlioz
Loja de Hong Kong durante a pandemia
Livro da Biofilia


Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais