Jornal do Brasil

Hildegard Angel

O colunismo social unido pelo Estado do Rio de Janeiro

Jornal do Brasil

Macaque in the trees
Os colunistas do Rio, David Massena, Liliana Rodriguez, Hildegard Angel, Anna Maria Ramalho, Carlos Frederico, José Ronaldo Müller e Andrei Lara brindam à RioSocial e combinam as próximas assembleias, em diferentes cidades do Estado (Foto: Divulgação)

Foi uma reunião agradabilíssima, entre amigos apenas, a assembleia de fundação da Associação dos Colunistas Sociais do Rio de Janeiro - RioSocial. O colunista de Angra dos Reis, Andrei Lara, presidiu a sessão, e o colunista de Friburgo, David Massena, fez a leitura do estatuto, registrando em ata as observações do grupo. Em seguida, procedemos à eleição da diretoria. Anna Maria Ramalho foi eleita presidente da Capital do Rio de Janeiro; Andrei, o presidente executivo; José Ronaldo Müller, o vice-presidente executivo; David Massena, o secretário-geral; Carlos Frederico, colunista de Campos dos Goytacazes, o tesoureiro. A mim coube o título de “presidente de honra”, que penhoradamente agradeci. Liliana Rodriguez ficou presa no trânsito e, quando chegou, a eleição tinha terminado! Mas guardamos pra ela, embrulhada pra presente, uma vaga no Conselho Fiscal, hehehehehe

Alguém disse: “Lili, tivesse chegado mais cedo, teria feito boca de urna, como nós”... brincadeirinha...

Com o objetivo de valorizar o Estado do Rio de Janeiro e suas realizações e enaltecer fatos e personagens exemplares, referências de credibilidade na sociedade brasileira, a Associação não tem fins lucrativos e um dos incisos reza que serão promovidos eventos filantrópicos. Não há como se fazer coisa alguma no Brasil de hoje que não tenha uma preocupação social, concordam?

Mas foi realmente divertido. Entre pasteis, pastas e quibes, lembramos histórias, contamos coisas boas e coisas nem tão boas. Como, por exemplo, saber que o querido Lula Rodrigues, jornalista magnífico, ex-Caderno Ela, agora está vivendo internado em Petrópolis, em asilo de idosos. E Lula nem velho é (Anna Maria falou em recorrer a uma amiga comum para ajudá-lo).

Combinamos eventos, como uma solenidade de fundação na Alerj, festas, benefits, projetos e, ainda, uma ida a Petrópolis para visitar nossos ex-colegas, Lula e Sydney Pereira, que como contei aqui está também em asilo. Aliás, uma das propostas consideradas foi a de se criar uma instituição que acolha nossos colunistas, se necessário.

Por fim, foi acordada a criação de um Conselho Consultivo formado por nomes notáveis da Sociedade Brasileira, que desejamos homenagear. E merecem homenagem.

Aqui estão para vocês os registros...

----------

96 DIAS DE TORTURA

O combativo Grupo Ines Etienne Romeu, formado para manter viva a memória das atrocidades na Casa da Morte em Petrópolis, recebeu carta de apoio da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA. Na Casa da Morte, mais de 20 brasileiros morreram sob tortura e foram esquartejados, durante a Ditadura militar. Só sobreviveu Inês Etenne Romeu, torturada ali por 96 dias.

CASAQUINHO DE PRESTES

As tias de Anita Prestes, e irmãs de Luiz Carlos Prestes, guardaram durante suas vidas um acervo extraordinário sobre a vida, a luta, a formação e o pensamento de Luiz Carlos Prestes, que, junto com itens reunidos pela própria Anita, foi entregue pelo Instituto Luiz Carlos Prestes à Biblioteca Comunitária da Universidade Federal de São Carlos, onde está exposto. Uma documentação extraordinária para as presentes e futuras gerações.

Faz parte dessa coleção um casaquinho de criança, usado por Prestes, que depois foi usado pela filha, Anita, de 1 ano de idade, em sua viagem ao Brasil, depois de grande campanha nacional nesse sentido. O que animou Anita a fazer a doação foi verificar as excelentes condições de conservação do acervo de Florestan Fernandes, que também se encontra lá.

APARECIDA SABE?

Dia 12 de outubro, a imagem de Nossa Senhora da Aparecida vem ao Rio de Janeiro, visitar a comunidade católica. Resta saber quem serão os padres a recebe-la. Caso sejam aqueles que foram visitar, no hospital de São Paulo, o candidato Bolsonaro, que prega o uso de armas de fogo, poderá parecer aos fiéis, que a santa Aparecida também o apoia. Está posto o problema.

BÍBLIA ARMADA

Falar em religiosos bolsonaristas, padre Marcelo Tenório, da paróquia de São Sebastião, na cidade de Campo Grande, foi fotografado com jovens fazendo aquele gesto característico da mão armada. E postou no Facebook. É mais um que contradiz o discurso do Papa, de que quem fabrica armas não pode ser considerado cristão: “Nós realmente queremos a paz? Então, vamos banir as armas… Pessoas que fabricam armas ou investem na indústria armamentista estão sendo hipócritas se chamarem a si próprias de cristãs”, postou o pontífice em seu perfil do Twitter.

E eu que pensava que os padres que se opunham ao pontificado de Francisco eram apenas os pedófilos, problema que o Papa tão corajosamente enfrenta.

CASTELINHO DO VIANINHA

O Castelinho da Praia do Flamengo, que tem o nome do dramaturgo Oduvaldo Vianna Filho, é onde rola a melhor roda de samba da cidade, e sempre nas segundas-feiras. Na próxima, com hora pra começar e pra acabar, das 18h30 às 21h, a roda vai receber a cantora Ana Costa e o músico Paulão 7 Cordas, além de Anderson Balbueno, Bianca Calcagni, Jorge André, Leo Pereira e Marquinho China. Depois, de improviso e sem avisar, chegam outros músicos e sambistas, e tudo vira uma festa de música, tipo na casa da gente, sem microfone, sem ensaio e sem roteiro. Bom demais.

MAIS UMA DA CESGRANRIO

Os escritores Antonio Secchin, Gabriel Chalita, Davi Barbosa, Heloísa Buarque de Hollanda e Renato Cordeiro Gomes, jurados do cobiçado Prêmio Rio de Literatura, que dá R$ 100 mil a cada premiado, escolheram os vencedores desta terceira edição.

Na categoria Prosa de Ficção, “Machado”, de Silviano Santiago (Editora Cia das Letras); na categoria Ensaio, venceu “Quadros geográficos”, de Paulo Cesar da Costa Gomes (Editora Bertrand Brasil), e na nova categoria, Poesia, “O martelo”, de Adelaide Ivánova (Editora Garupa). Na categoria Novo Autor Fluminense, a vendedora Annalu Braga receberá R$ 10 mil e terá o livro “Olhos de vidro” publicado, com cem mil exemplares distribuídos ao mercado. Promovido pela Fundação Cesgranrio, o prêmio 2018 recebeu 464 inscrições de autores de todo o país.

A DEMITIDA

Em ensaios na Sala Baden Power, a comédia “A demitida” vem aí em sua sua quarta temporada. Depois de ser apresentada nos teatros Princesa Isabel, Henriqueta Brieba e Brigite Blair, finalmente vai para um teatro com nome de homem: Teatro Vannucci, no Shopping da Gávea. A grande estreia será em 5 de outubro, com apresentações sempre às sextas. Ocupar o palco do Vannucci é a realização de um sonho para o autor da peça, que se tornou ator e produtor, Manoel Allonso. Sem desmerecer os outros teatros, é pra frente que se anda.

ARTE BRUTA

O DC Grill, restaurante a quilo no subsolo no edifício do Clube de Engenharia, onde só se fala em obras, eleições e negócios, o tema da conversa mudou. Agora querem saber quem será o sorteado, dia 17, com um quadro do artista premiado Bob Ceperuelo, que está expondo lá seus trabalhos em estilo “art brut”, que já exibiu em individuais e coletivas, até em Paris e no Porto.

POVO NA RUA

O povo está mesmo nas ruas. Hoje tem a grande manifestação #EleNão, no Rio e em quase todas as capitais brasileiras, noves fora inúmeras cidades do interior de São Paulo. Amanhã tem a Parada LGBTI na Av. Atlântica, com um “algo mais”, e que vinha sendo guardado em segredo: o recordista em acessos do youtube e sucesso do pop nacional, o cantor brasiliense Pedro Quevedo,, que vai fazer cover de hits de Cazuza, Ivete Sangalo, Anitta, Aretuza e Pabllo Vittar.

ARTE NO RIO

Olha as artes plásticas bombando na cidade nessa temporada de ArtRio, gente! No CCBB, que celebra 29 anos, o destaque é a retrospectiva do artista Jean-Michel Basquiat (1960-1988), inédita no país, com mais de 80 quadros entre desenhos e gravuras. Com curadoria Pieter Tjabbes, a expo ilustra o que foi o espírito de Nova York, nos anos 70 e 80, misturando empolgação e decadência, emulando a criatividade. Sua arte é chamada de Neoexpressionista, imersa na cultura pop... Ontem, o

Centro Cultural dos Correios abriu a mostra “Rio Pequim – duas avenidas centenárias”, apresentando 60 imagens assinadas por fotógrafos como Augusto Malta, Claus Meyer, Fernando Maia, José Medeiros, Wang Weiguang, coisa boa... E amanhã, excepcionalmente a ]galeria de Arte Ipanema abre suas portas num domingo para exibir “Alfredo Volpi e Ione Saldanha: o frescor da luminosidade”. Um diálogo de 68 obras do grande artista Alfredo Volpi, em seus 30 anos de morte, com 20 trabalhos de Ione Saldanha. A curadoria é de Paulo Venancio Filho.

Macaque in the trees
A Bulgari lançou sua coleção de acessórios com uma festa retumbante no Hotel Bulgari, em Milão, onde a blogueira e It Girl do momento da Itália, Gilda Ambrosio, chegou numa Maserati quatro portas. Com uma andorinha tatuada no braço (Foto: Divulgação)

--------

OUTUBRO É o mês cor-de-rosa, em que a Fundação Laço Rosa promove várias atividades em combate ao câncer de mama. Entre eventos outros, o Hotel Fasano reunirá as celebridades, dia 2, na Festa Laço Rosa, tendo como principal atração o pocket show da cantora Roberta Sá, seguida de Ludmilla. A 600 reais por cabeça, com o total revertendo para as ações da instituição.

--------

Com João Francisco Werneck



Recomendadas para você