Líder do PMDB critica o ‘jogo sujo’ dos petistas 

Líder do PMDB critica o ‘jogo sujo’ dos petistas

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves (RN), criticou o “jogo sujo” de segmentos do PT que citam sua proximidade com o deputado Eduardo Cunha para queimá-lo na disputa pela presidência da Casa. “Respeito todos os companheiros de bancada, nem mais nem menos”, afirmou Alves. E citou um testemunho petista ilustre: “o líder [Cândido] Vaccarezza (SP) sabe da contribuição de Cunha ao governo Dilma”.

Quem lidera

Pelo sim, pelo não, Vacarezza (PT-SP) tem sido visto em restaurantes de Brasília “despachando” com Eduardo Cunha, líder de fato da turma.

Quem influencia

Cunha também despacha com ministros. Ele jantou terça com Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) no prestigiado restaurante “Lake’s”.

PT quer o cargo

Henrique Alves tem suas razões. O presidente da Câmara, Marco Maia, disse a jornalistas que sua sucessão “não é questão fechada”.

Acordo na mira

O PT busca pretexto para rasgar o acordo com o PMDB para Henrique Alves substituir Marco Maia na presidência da Câmara, em 2013.