DF: se eleição fosse hoje, Agnelo Queiroz perderia do PSOL 

Após um ano de governo, o desgaste do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) foi tanto, que se a eleição fosse hoje ele perderia até para Toninho do PSOL, terceiro colocado em 2010. Pesquisa Mark/CH realizada entre 20 e 22 de dezembro com 595 pessoas mostra Agnelo derrotado pelos ex-governadores Joaquim Roriz (PSC) e Cristovam Buarque (PDT) em qualquer cenário.

O quarto

Barrado pela Ficha Limpa, Roriz lidera com 31,4%, seguido por Cristovam (22,7%) e Toninho (11,3%). Agnelo teria 10,9% dos votos.

Espontânea

Os ex-governadores Joaquim Roriz e Cristovam Buarque vencem a pesquisa espontânea para o GDF, com 15,5% e 6,6% respectivamente.

Rejeição em alta

Agnelo Queiroz só vence, segundo a pesquisa Mark/CH, a “rejeição”: tem 31,1%, seguido por Roriz (12,6%) e Toninho do PSOL (5,4%).

‘O povo sabe’ 

Roriz afirma que “o povo reconhece o que fez por Brasília”, e percebe que “Agnelo tem fraquejado”. Ele espera o julgamento da Ficha Limpa, mas se diz preparado para ser candidato ao governo do DF em 2014.

Suspense 

O segundo lugar agradou o Senador Cristovam Buarque (PDT), que deixou no ar uma possível candidatura ao governo se o cenário não mudar. E foi mais longe ao dizer que se o PDT se livrar das amarras com o PT e PMDB, quer estar preparado para disputar a Presidência.

Animação 

Toninho do PSOL se animou com a pesquisa e atribui o resultado ao povo que “não suporta corrupção e está decepcionado”. Ele pretende se candidatar novamente, só não sabe se ao governo do DF.