PGR enrola e não responde Itália sobre Cesare Battisti

A Procuradoria-Geral da República enrola, enrola, e não responde a interpelação dos advogados do Estado italiano sobre se o terrorista Cesare Battisti pode permanecer no Brasil como estrangeiro em situação ilegal, vez que falsificou o passaporte para entrar no País, e isso é crime. O caso foi empurrado para o recesso, e a resposta – que deveria levar dez dias – só sai em janeiro. E o terrorista vai ficando...??

É bom fazer malas

No Planalto, já há quem acredite que Cesare Battisti passará o Natal em sua dolce vitta no Brasil, mas no Carnaval estará bem longe daqui.

Cumpra-se

Assessores dizem que Battisti não faria Dilma interferir nos caminhos da Justiça. Ela seria mais respeitosa que Lula ao Direito Internacional. 

Nada a declarar

A Procuradoria Geral da República foi procurada para se pronunciar sobre a interpelação da Itália, mas optou pelo silêncio.