O tratamento é duro

O tratamento é duro

Lula se queixa dos efeitos devastadores da quimioterapia. “Não entra nem água”, disse a um amigo, “na boca o gosto é de fel”. E ainda brincou: “Bom mesmo era ficar congelado ou em coma para acordar somente após o tratamento”. No total, serão quatro meses.

Sugestão

Dilma poderia estabelecer o seguinte critério para definir os ministérios a serem extintos: tentaria citar, de memória, os seus 38 ministros, demitindo os que ficassem de fora da lista. Sobraria metade, se tanto.

Disque Ideli

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccareza (PT-SP), sempre exclama “Liga para a Ideli!”, ao ser procurado por aliados. Cada vez mais eles se dirigem diretamente à ministra de Relações Institucionais.

Creche

Com Lula doente, o “conselho” de notáveis do PT tentará viabilizar a candidatura do ministro da Educação à prefeitura paulistana. O novo staff destinado à configuração de “postes” já tem nome: Guguhaddad.

Nível de grandeza

O iPhone 4 recém-lançado no Brasil é o mais caro do mundo, avaliou uma consultoria francesa, por culpa do excesso de impostos: 730 euros, cerca de R$1,7 mil. São 200 euros mais que a França.

Subserviência

As nações decentes condenaram a invasão à embaixada da Inglaterra em Teerã, fechando embaixadas ou chamando seus embaixadores. Enquanto isso, o Brasil se apequena com sua subserviência ao Irã. “O que o  Brasil faz é uma política geral”, justifica o Itamaraty. Ah, bom.