Fim da farra

Fim da farra

Revelada na coluna em 2009, a ação popular de dois advogados gaúchos teve final feliz: a Justiça Federal concedeu liminar obrigando a devolução das horas extras que o Senado pagou a 3.883 servidores durante o recesso de janeiro. Dois senadores entraram na roda.

Penúria da ética

O Ministério Público do Piauí propôs ação de improbidade contra o prefeito de Fartura do Piauí, Miguel Antônio Braga Neto (PTB), por suposta fraude de R$ 4,4 milhões.

Estômago revirado

Dilma fala tanto em gestão que pode perder voto no Brasil profundo. Tem eleitor que associa esse falatório a congestão.

 

PODER SEM PUDOR

Cupim no baralho

Figuraça folclórica em Florianópolis, onde virou nome de rua, o ex-assessor da Assembléia catarinense Alcides Ferreira era coletor de impostos em Indaial quando, endividado na jogatina, apostou com um juiz os móveis da coletoria e perdeu. Respondeu por telegrama ao então governador Udo Deeke, que o interpelara furioso com o sumiço dos móveis: “Exmo sr. Governador. Móveis coletoria cupim comeu. Alcides Ferreira, coletor.”