Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Em direção à Lua, Roscosmos fará pedido de US$ 22,6 bilhões ao governo da Rússia

Jornal do Brasil

A agência espacial russa Roscosmos apresentará ao governo da Rússia um projeto de construção de um foguete super pesado para uma missão não tripulada ao redor da Lua. A informação foi dada por daus fontes anônimas à Sputnik e acrescenta que o projeto será apresentado em janeiro.

Segundo as fontes, serão solicitados 1,5 trilhão de rublos, o equivalente a US$ 22,6 bilhões.

Macaque in the trees
Missão à lua (Foto: Nasa/Joel Kowsky)

"Um memorando interno da Roscosmos estipula que o projeto sob o programa federal de criação de um foguete super pesado deve ser submetido à aprovação do Executivo até 15 de janeiro. Isso diz respeito ao programa entre 2020 e 2030, incluindo provisões para os fundos requeridos. Várias opções para um foguete super pesado com diferentes custos estão sendo consideradas. Cerca de 1,5 trilhão de rublos em média são necessários para o programa", detalhou uma das fontes à Sputnik.

O programa prevê projetar o foguete, construí-lo e realizar um voo não tripulado ao redor da Lua, de acordo com a fonte.

A construção de uma espaçonave, que seria carregada pelo foguete para executar o vôo ao redor da Lua, deve ser financiada por um programa federal separado, acrescentou a fonte.

Uma outra fonte afirmou que um voo tripulado ao redor da Lua também estava sendo considerado, mas observou que esse projeto iria requerer financiamento adicional.

Na semana passada a Sputnik ouviu uma fonte que disse que a imagem do foguete super pesado será discutida no conselho de ciência e tecnologia da Roscosmos, já em 19 de dezembro deste ano. A fonte também disse que o layout do foguete estava planejado para ser concluído em 2019.

A fabricante russa de motores de foguetes NPO Energomash disse que o primeiro lançamento do foguete está programado para 2028.