Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Climatologista prevê desaparecimento de 100 cidades no próximo século

Segundo especialistas, o Rio de Janeiro seria uma das cidades afetadas pelo aumento no nível dos oceanos

Jornal do Brasil

Pelo menos 100 grandes cidades desaparecerão gradualmente no próximo século devido ao aumento do nível do mar causado pelo derretimento das geleiras, afirmou especialista.

O glaciologista e climatologista canadense Shawn Marshall afirmou durante entrevista à RCN Radio na terça-feira (20) que isso causará uma migração massiva de pessoas em muitas regiões do mundo como consequência do degelo, que repercutirá em menos água potável.

Macaque in the trees
Elevação dos mares (Foto: Ramon Espinosa/AP)

Estima-se que muitas cidades litorâneas desaparecerão causando a migração de 1,6 bilhão de pessoas e, segundo o glaciologista, esse fenômeno é inevitável e "não há como voltar atrás".

De acordo com Marshall, de entre as principais cidades condenadas estão o Rio de Janeiro (Brasil), Nova York e Miami (EUA), Londres (Reino Unido), Pequim e Xangai (China).

O glaciologista chega à conclusão que as outras localidades longe do litoral "deverão acolher ao menos 100 milhões de refugiados nos próximos anos".

Na lista dos principais causadores dessa terrível mudança climática estão a China, Estados Unidos, Índia e Rússia, segundo o especialista, adicionando que o Ártico, Groenlândia, Rússia, Canadá, Noruega e Peru são as áreas mais problemáticas do mundo.