Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Marte pode ter oxigênio suficiente para abrigar vida, afirma estudo

Jornal do Brasil

A água salina no subsolo de Marte pode ter oxigênio suficiente para abrigar vida, relata um novo estudo realizado por um grupo de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

O estudo foi publicado na revista Nature Geoscience nesta segunda-feira (22).

Macaque in the trees
Marte (Foto: CC BY 2.0)

Os cientistas desenvolveram um modelo da suposta composição da água salina para calcular a quantidade de oxigênio presente no subsolo de Marte.

Segundo a pesquisa, a composição da água poderia sustentar a vida de micróbios aeróbicos, enquanto em algumas regiões do Planeta Vermelho a concentração de oxigênio pode ser tão alta que permita até mesmo a sobrevivência de animais simples como esponjas.

"Ninguém pensou que essas concentrações de oxigênio dissolvido, necessárias para a respiração aeróbica, pudessem teoricamente existir em Marte", disse a cientista do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA e autora principal da pesquisa, Vlada Stamenkovic.

Os resultados mostram a possibilidade de que "a vida aeróbica possa existir em Marte e em outros corpos planetários com fontes de O2, independente da fotossíntese", ressalta o estudo.



Recomendadas para você