Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

App de encontros para simpatizantes de Trump sofre vazamento de dados

Jornal do Brasil

Um aplicativo para facilitar os encontros românticos entre simpatizantes do presidente Donald Trump sofreu um vazamento de dados dos usuários durante o lançamento na segunda-feira, informa o site TechCrunch.

O app DonaldDaters, que propõe "conectar os amantes, amigos e simpatizantes de Trump", afirma aos usuários em seu site que "todas as informações pessoais são confidenciais".

Mas de acordo com o site de tecnologia TechCrunch foi possível baixar toda a base de dados de 1.600 usuários no dia do lançamento.

O TechCrunch cita um especialista em segurança que afirmou, no Twitter, ter conseguido em "cinco minutos" a lista de todas as pessoas registradas, seus nomes, fotos e mensagens privadas, assim como as chaves digitais de conexão ("access tokens") que permitem seguir conectados sem ter que digitar a senha toda vez que entram no aplicativo.

O internauta Elliot Alderson publicou na rede social algumas fotos dos supostos usuários do app de encontros, que temcomo slogan "Make America Date Again", derivado do célebre "Make America Great Again" que marcou a campanha de Trump.

O TechCrunch afirma que os dados estavam disponíveis de maneira pública antes que o programador os retirasse "rapidamente" depois de ser advertido da falha pelo site especializado.

DonaldDaters não respondeu até o momento as perguntas da AFP.

Em um país muito polarizado desde a campanha presidencial de 2016, vários aplicativos similares foram criados para conectar os simpatizantes do presidente.

mdl/AB/Dt/seb/rsr/yow/fp



Recomendadas para você