Jornal do Brasil

Ciência e Tecnologia

Programa de Exploração Lunar da Rússia deve fazer parte do projeto Internacional

Jornal do Brasil

O programa de exploração lunar da Rússia deve fazer parte de um projeto internacional, já que nenhuma das maiores potências espaciais é capaz de explorar o único satélite natural da Terra sem o apoio de outros Estados, disse o diretor do Instituto de Pesquisas Espaciais da Academia Russa de Ciências, Anatoly Petrukovich, à Sputnik.

No início de setembro, Dmitry Rogozin, diretor-geral da corporação espacial russa Roscosmos, disse que os Estados Unidos ofereciam à Rússia a participação em seu programa lunar, mas a corporação não ficou satisfeita em desempenhar o papel de coadjuvante na missão. O oficial estava planejando encontrar seus colegas da NASA para discutir as opções de participação igualitária, exploração independente ou envolvimento dos estados do BRICS na missão.

O programa de exploração lunar da Rússia deve fazer parte de um projeto internacional, já que nenhuma das maiores potências espaciais é capaz de explorar o único satélite natural da Terra sem o apoio de outros Estados, disse o diretor do Instituto de Pesquisas Espaciais da Academia Russa de Ciências, Anatoly Petrukovich, à Sputnik.

No início de setembro, Dmitry Rogozin, diretor-geral da corporação espacial russa Roscosmos, disse que os Estados Unidos ofereciam à Rússia a participação em seu programa lunar, mas a corporação não ficou satisfeita em desempenhar o papel de coadjuvante na missão. O oficial estava planejando encontrar seus colegas da NASA para discutir as opções de participação igualitária, exploração independente ou envolvimento dos estados do BRICS na missão.



Recomendadas para você