Jornal do Brasil

Ciência e Tec

Aplicativo russo de mobilidade urbana InDriver estreia em SP

Jornal do Brasil

O aplicativo russo de mobilidade urbana InDriver fez sua estreia nesta quinta-feira em São Paulo, apostando num sistema de negociação direta entre motoristas e usuários para ocupar uma fatia do mercado dominado localmente por Uber e 99.

Desafiando o modelo dominante do setor, no qual o preço das corridas é determinado por algoritmos, a InDriver permite que passageiros e motoristas negociem entre si, o faz com que os preços sejam até 25% menores que os praticados no mercado.

Macaque in the trees
São Paulo (Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)

Os passageiros também podem escolher o motorista e o modelo do carro e compartilhar a localização da corrida com outras pessoas por GPS.

Por outro lado, os motoristas podem decidir se aceitam um chamado, consultando previamente o destino solicitado. Por um período inicial, a InDriver oferecerá isenção de taxas.

"Após esse período, cobraremos a comissão mais baixa do mercado, não mais que 10%, em vez de 20% a 30% dos concorrentes", afirmou à Reuters o chefe global de comunicação e relações institucionais do InDriver, Mikhail Zaitsev.

Criado em 2012, em Yakutsk, Rússia, conhecida como a cidade mais fria do mundo, o InDriver surgiu de um grupo de estudantes como alternativa aos altos valores cobrados por taxistas durante as festas de Natal, sobretudo nos dias mais frios, quando a temperatura chega a menos 45 graus Celsius.

O grupo criou numa rede social russa uma página de motoristas independentes, onde participantes podiam pedir viagens e ofertar preços. Os motoristas interessados entravam em contato diretamente com o passageiro para acertar a viagem.

A companhia diz ter hoje mais de 29 milhões de usuários em 200 cidades de 25 países.

O InDriver chegou ao Brasil em 2018 e afirma já operar em 24 cidades de 17 Estados, incluindo Fortaleza, Natal, Recife, Goiânia, Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre. Na capital paulista, a operação está em testes com 20 mil motoristas.