Empresa japonesa espera salvar vidas com vaso sanitário de plástico

O Japão é um país conhecido por seus vasos sanitários sofisticados, com música, jatos de água e sistema desodorante, mas um de seus empresários propõe agora um modelo muito mais simples, com o qual espera salvar milhares de vidas nos países pobres.

Mais de dois bilhões de pessoas não têm acesso a um vaso sanitário, e as crianças são particularmente vulneráveis às doenças que se propagam quando não há uma rede de esgoto.

A empresa Lixil, em associação com a Unicef, apresenta uma vaso sanitário de plástico, que pode ser enterrado no solo como uma latrina.

O vaso sanitário conta com uma válvula que fecha automaticamente para impedir o mau cheiro e a atração de insetos que podem propagar doenças.

Os vasos sanitários Sato serão distribuídos em breve na Etiópia, Quênia e Tanzânia, explicou o presidente da Lixil, Kinya Seto. O objetivo é que possam ser utilizados por 250 milhões de pessoas até 2021.

kh-uh/sd/jz/mb/db